Memória

Chapecoense: dois anos de saudade

Ricardo Ernesto foi revelado pela Chapecoense

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 29/11/2018 às 9:42
Foto: Davi Saboya/JC
Ricardo Ernesto foi revelado pela Chapecoense - FOTO: Foto: Davi Saboya/JC
Leitura:

O dia de hoje marca dois anos do trágico acidente envolvendo o avião da delegação da Chapecoense, na Colômbia, que deixou 71 vítimas entre jogadores, comissão técnica, dirigentes, jornalistas e tripulantes. A data ainda torna nítida as marcas do desastre. Em Pernambuco, um atleta, que não estava no elenco catarinense, viveu mais de perto todo sofrimento.

Trata-se do goleiro Ricardo Ernesto. Aos 31 anos, no Santa Cruz, ele é natural de Palmitos, em Santa Catarina, mas tem residência fixa com a família na cidade de Chapecó. O alviverde catarinense foi o clube responsável pela formação do arqueiro tricolor, que perdeu muitos amigos no acidente.

“Foi um momento de muita dor. Eu estava na cidade no dia do acidente. Acordei na madrugada com um forte temporal e vi as notícias do acidente. Tenho um carinho e amor muito grande pela Chapecoense. Vivi seis anos lá”, comentou.

No mesmo dia, o goleiro foi para a Arena Condá ficar de luto ao lado dos amigos que estavam na cidade. Entre as vítimas, Ernesto tinha um carinho especial por um dirigente. “A diretoria era formada 100% por meus amigos. Mas com um era especial: o Kadu Gaúcho. Frequentávamos um a casa do outro”, contou.

Segundo o goleiro, o município demorou para voltar a funcionar normalmente. “Foram dois meses que a cidade ficou totalmente triste. Abatida. De luto. Não se via barulho ou som. Agora podemos ver uma recuperação”, finalizou.

PARENTES

Já a dor dos parentes das vítimas parece ainda ser muito intensa. Vários processos no Brasil, Colômbia e Estados Unidos estão correndo na Justiça. As famílias buscam receber as indenizações de direito dos culpados pela tragédia. Ontem, algumas famílias receberam parte de um fundo da seguradora para suprir assistências. A apólice de seguro, contudo, não foi paga.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias