Cobra Coral

Em decisão na Arena, Santa Cruz enfrenta Imperatriz pela Série C

O Santa Cruz é o sétimo colocado e o Imperatriz é o quarto lugar do Grupo A

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 02/08/2019 às 7:23
Notícia
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
O Santa Cruz é o sétimo colocado e o Imperatriz é o quarto lugar do Grupo A - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Tudo ou nada. É assim que o Santa Cruz trata o jogo desta sexta-feira contra o Imperatriz, às 20h, na Arena de Pernambuco, em partida válida pela 15ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Após cinco jogos sem vencer (três derrotas e dois empates), comissão técnica, jogadores e diretoria sabem que apenas a vitória interessa para manter vivo o sonho da classificação no Grupo A.

Até a mudança no mando de campo foi feita para atender o pedido do treinador Milton Mendes e jogadores que chegaram ao consenso de que o gramado do estádio de São Lourenço da Mata potencializa as qualidades do elenco. Com 18 pontos, os corais ocupam a sétima colocação e o adversário abre o G-4, em quarto lugar, com cinco a mais.

“Tenho mostrado a eles (elenco) como é normal dessa divisão a mudança no topo da classificação. Isso já aconteceu muitas vezes, inclusive, neste ano. Agora é a hora do ‘sprint’ final, momento de jogar bem e com tranquilidade. Agora menos é mais. É preciso jogar o mais simples possível, atuar com calma e consciência, pois o menos pode ser mais. Não vai ser agora em um mês que mudaremos drasticamente tudo”, afirmou o treinador coral.

Milton Mendes revelou que tentou proteger os jogadores de qualquer ação externa negativa que capaz de atrapalhar o ambiente da equipe. “A cabeça precisa de alegria para funcionar bem. Além da pressão da competição, tem os torcedores e a comunicação social. Essa semana não foi momento de colocar mais pressão dentro do grupo. Eles (jogadores) precisam sentir que estão sendo acarinhados. Você já viram que quando ganhamos, quem ganha são os atletas. Quando perde, quem perde é o treinador. Essa é e sempre vai ser minha filosofia”, comentou.

Em relação a escalação, três jogadores desfalcam a equipe. O volante Charles, que vai cumprir suspensão por conta do cartão vermelho levado no jogo anterior contra o ABC. E os atacantes Misael (contusão grau um na coxa direita) e Pipico (lesão grau dois na panturrilha esquerda) estão no departamento médico. De forma antecipada, Milton Mendes confirmou que os substitutos serão os meias Everton e Jailson o centroavante Guilherme Queiroz.

A matemática feita pelo Santa Cruz é de conquistar dez pontos em 12 que ainda serão disputados. Após o Imperatriz, os tricolores visitam o Confiança, recebem o Globo e encerram a fase de grupos fora de casa no clássico contra o Náutico.

“Apesar dos pontos perdidos, a equipe vem jogando relativamente bem, apresentando um bom futebol, comandando todos os detalhes nos jogos. Dentro de casa temos a obrigação de impor nosso ritmo”, declarou Milton Mendes.

FICHA DO JOGO - SANTA CRUZ X IMPERATRIZ

Santa Cruz - Anderson; Cesinha, João Victor, Vitão e Victor Lindenberg; Lucas Gonçalves, Kadu e Everton; Jailson, Dudu e Guilherme Queiroz. Técnico: Milton Mendes. Esquema: 4-3-3.

Imperatriz - Jean; Jonas, Ramon, Renan Dutra e Renan Luís; Xaves, Dos Santos e Gabriel Caju; Xavier, Lucas Campos e Manoel. Técnico: Paulinho Kobayashi. Esquema: 4-3-3.

Local: Arena de Pernambuco, em São Louenço da Mata-PE. Horário: 20h. Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR). Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva e Daniel Cotrim de Carvalho (ambos do PR). Ingressos: R$ 10 a R$ 40.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias