APOIO

'Uso a camisa 12 porque gosto demais da torcida do Sport', declarou Sander

Com a ida de Magrão para o banco, o lateral-esquerdo virou o capitão rubro-negro

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 10/04/2019 às 16:31
Foto: Anderson Stevens/ Sport
Com a ida de Magrão para o banco, o lateral-esquerdo virou o capitão rubro-negro - FOTO: Foto: Anderson Stevens/ Sport
Leitura:

Um dos poucos remanescentes do ano passado que foi poupado das críticas dos torcedores por conta do rebaixamento do Sport, o lateral-esquerdo Sander tem aproveitado o apoio da torcida rubro-negra para desenvolver uma nova característica dentro do elenco: a liderança.

Se nos anos de 2017 e 2018, o lateral carregava nas costas o número 56, nessa temporada ele resolveu homenagear a torcida do Leão, que sempre o apoiou. "No mundo inteiro, a camisa 12 remete à torcida. Por isso que eu uso o número 12 na camisa, porque gosto demais da torcida do Sport. O amor que ela transmite me faz querer passar o mesmo pra eles, seja com título, correndo a mais em campo ou seja como for", declarou Sander.

Mesmo sendo blindado de algumas críticas vindas das arquibancadas, o ala-esquerdo reconhece que tem um sentimento de dívida com os torcedores e promete lutar pra colocar o Sport novamente na Primeira Divisão. "Acho que acaba ficando um pouco marcado (o rebaixamento), mas passado é passado e agora é pensar no futuro. É trabalhar pra reverter essa situação. Acho que nós, como pessoas, temos de criar objetivos na nossa cabeça para a nossa vida. O meu é levar o Sport de novo para a Série A. Meus objetivos individuais se assemelham com os do clube... E espero que possamos colher os frutos juntos", desejou.

FOCO NO ESTADUAL

Antes de buscar esse objetivo maior na temporada, que é a conquista do acesso à Primeira Divisão, Sander quer ajudar o Sport a sagrar-se campeão Pernambucano. Pra isso, precisa superar o Náutico. A primeira partida acontece domingo (14), nos Aflitos,  com o segundo confronto sendo no domingo posterior (21), que será no estádio da Ilha do Retiro.

"Essa semana estamos buscando informações do Náutico com o pessoal da análise de desempenho. Sabemos da importância desses dois jogos e vamos trabalhar para tentar neutralizar as ações deles", declarou o lateral, que sabe da qualidade individual de alguns atletas alvirrubros, principalmente o garoto Thiago, que costuma atuar pelo seu lado. "Temos de nos preparar como qualquer atleta que vamos enfrentar. Assim como foi no Brasileiro ou em outro campeonato... Precisamos estar prontos para encarar atletas de diversas características", frisou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias