DE FÉRIAS

De férias, Joelinton comemora grande fase na carreira, mas lamenta situação do Sport

Revelado no Leão, o centroavante de 22 anos fez uma excelente temporada pelo Hoffenheim, da Alemanha

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 15/06/2019 às 8:34
Notícia
Foto: divulgação/ Hoffenheim
Revelado no Leão, o centroavante de 22 anos fez uma excelente temporada pelo Hoffenheim, da Alemanha - FOTO: Foto: divulgação/ Hoffenheim
Leitura:

Uma joia formada na Ilha do Retiro. O centroavante Joelinton está brilhando na Europa. Na última temporada, o jogador de apenas 22 anos marcou 11 gols em 35 partidas disputadas pelo Hoffenheim, da Alemanha. O bom desempenho despertou o interesse de clubes da Inglaterra, como o Newcastle, que chegou a fazer uma proposta oficial pelo ex-rubro-negro de mais de 50 milhões de euros – o que geraria cerca de R$ 4 milhões ao Sport, por ser clube formador –, mas o clube alemão recusou a oferta.

“Estou indo muito bem profissionalmente. Posso afirmar que foi a minha melhor temporada na carreira, após voltar ao Hoffenheim (ficou duas temporadas na Áustria, defendendo o Rapid Viena). No começo (na Alemanha) foi um pouco difícil, mas já estou acostumado. Fiz uma temporada muito boa. Vou continuar lá. Eles têm um projeto grande. Teve uma proposta por mim, mas não aceitaram. Agora é trabalhar para fazer uma grande temporada novamente e, quem sabe, no próximo ano, eu possa ir para outro clube”, contou Joelinton, em entrevista ao repórter Tiago Morais, da Rádio Jornal.

Há quase quatro anos jogando na Europa, Joelinton, que é natural de Aliança, Zona da Mata Norte de Pernambuco, já consegue se “desenrolar” sozinho na Europa. “Eu já me viro só, dou até entrevista”, falou aos risos. “Fiquei dois anos na Áustria e consegui aprender a língua. Isso foi fundamental pra eu fazer uma boa temporada. Hoje já me viro só na Alemanha também”, contou.

NA TORCIDA

Mesmo distante, o centroavante não deixa de torcedor para o clube de coração. “Fico triste de ver que o Sport não está indo bem financeiramente. Passando por problemas. Como torcedor a gente quer que esteja sempre na Primeira Divisão, mas, infelizmente, está na Segundona. Espero que volte para o lugar que não deveria ter saído”, desejou. Sobre suas férias no Recife, ele comentou: “Estou feliz de voltar aqui. Passei quatro anos no clube que me ajudou a ter uma casa, comida... Então, é sempre uma grande emoção voltar”.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias