DISPUTA SADIA

Guto deixa em aberto a titularidade da meta do Sport em 2020

Maílson, Luan Polli e Carlos Eduardo disputam a vaga no time rubro-negro

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 25/12/2019 às 16:02
Notícia
Foto: JC Imagem
Maílson, Luan Polli e Carlos Eduardo disputam a vaga no time rubro-negro - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

Se tem uma posição que o Sport está bem servido para 2020 é a de goleiro. Para a próxima temporada, o técnico Guto Ferreira terá a difícil missão de escolher quem será o titular da meta rubro-negra: Maílson, Luan Polli ou o recém-contratado Carlos Eduardo, que estava no Brasil de Pelotas.

Desde que assumiu a condição de titular do Leão, quando Magrão se lesionou no final da Série A, do ano passado, Maílson disputou 49 partidas pelo time rubro-negro... Sagrando-se campeão Pernambucano de 2019 e tendo participação fundamental na trajetória que culminou na conquista do acesso à Primeira Divisão. Porém, na reta final da competição, o prata da casa acabou sofrendo um estiramento no ligamento do joelho direito e perdeu as nove últimas rodadas - já está em fase final de recuperação e deve participar normalmente da pré-temporada do clube.

Em seu lugar, o reserva Luan Polli teve a difícil missão de entrar em um momento decisivo - ele ainda não tinha estreado oficialmente pelo Sport desde que chegou ao clube, em julho de 2018 -, mas acabou dando conta do recado e ajudou a equipe leonina a sacramentar o retorno à Série A.

Por último e, não necessariamente a terceira opção de Guto Ferreira, tem o recém-contratado Carlos Eduardo. O goleiro, de 27 anos, fez uma temporada bastante positiva individualmente. Mesmo o Brasil de Pelotas ficando apenas na 14ª colocação da Série B de 2019, Carlos Eduardo se destacou na competição, sendo o arqueiro que mais efetuou defesas difíceis - segundo o FootStats, site especializado em estatísticas futebolísticas.

Sobre essa difícil missão de optar por um deles, o técnico Guto Ferreira afirmou que vai deixar iniciar os trabalhos na pré-temporada para tomar a decisão. "Vamos ver como cada um volta. O jogador que saiu por lesão e não porque estava em baixa foi o Maílson. Teoricamente, deveria ser ele (o titular). Mas vai ter campeonato para os dois goleiros (Maílson e Luan Polli). Vai ter sequência para os dois. Ambos deram provas concretas que podem ser goleiros do Sport e que podem agregar", salientou o treinador leonino.

Que também aproveitou para elogiar o novato Carlos Eduardo. "É um goleiro que assumiu as estatísticas de defesas mais difíceis da Série B após a lesão de Maílson. Tem sua qualidade, mas vamos ver os treinamentos e ele vai esperar o momento dele. O importante é que os três goleiros que o Sport terá em 2020 tiveram destaque em 2019", lembrou Guto Ferreira.

RODÍZIO

Como no primeiro trimestre de 2020, o Leão vai disputar três competições simultâneas (Copa do Nordeste, Campeonato Pernambucano e Copa do Brasil), o comandante leonino pode promover uma espécie de rodízio na meta do Sport, já que terão várias viagens nos primeiros meses do próximo ano.

Últimas notícias