pernambucano

Sport: Brocador e Thyere se apresentam, mas não vão enfrentar o Náutico

Diretor do Sport Nelo Campos explicou regularização dos jogadores e adiantou que Brocador e Thyere não devem enfrentar o Náutico

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 13/01/2020 às 12:05
Notícia
Acervo JC Imagem
Diretor do Sport Nelo Campos explicou regularização dos jogadores e adiantou que Brocador e Thyere não devem enfrentar o Náutico - FOTO: Acervo JC Imagem
Leitura:

O departamento jurídico do Sport corre contra o tempo para resolver o débito de R$ 650 mil com o meio-campista chileno Mark Gonzáles e, por fim, registrar seus jogadores para a temporada de 2020. A diretoria prevê que até a próxima terça-feira a situação esteja resolvida e que o atletas recém-contratados sejam apresentados no Boletim Informativo Diário da CBF até a sexta-feira - o Leão estreia no domingo contra o Náutico, no estádio dos Aflitos. O diretor de futebol rubro-negro Nelo Campos explicou a situação em entrevista ao comentarista da Rádio Jornal Ralph de Carvalho.

>> SPORT ACERTA RENOVAÇÕES DE BROCADOR E THYERE PARA 2020 

THYERE E BROCADOR

Ele destacou as condições do zagueiro Rafael Thyere e do atacante Hernane Brocador, que estão retornado ao clube no início desta semana, após renovações de contrato na semana passada.

"Thyere já começou a trabalho hoje. Brocador chega hoje à tarde. E dando tudo certo ele vai amanhã para o CT para treinar. Com certeza em menos de uma semana eles não vão estar aptos para o jogo", argumentou. "Sobre a regularização de jogadores ainda não demos entrada porque não podemos. Mas estamos resolvendo junto com o departamento jurídico. Até amanhã vamos começar a fazer as inscrições e todos os jogadores serão regularizados até sexta-feira. Alguns jogadores não vamos conseguir. Isso porque embora alguns jogadores sejam tratados como renovações, temos que abrir nova inscrição na CBF para nova entrada no BID", comentou.    


 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias