BAHIA

Bahia decreta estado de emergência por manchas de petróleo no litoral

O decreto do governo da Bahia permite que verbas contingenciais sejam usadas para conter o petróleo

MARINA SILVA/ARQUIVO CORREIO
O decreto do governo da Bahia permite que verbas contingenciais sejam usadas para conter o petróleo - FOTO: MARINA SILVA/ARQUIVO CORREIO
Leitura:

O governador em exercício do estado da Bahia, João Leão, assinou nesta segunda-feira (14) três documentos que visam ajudar o estado a conter a mancha de petróleo que se espalha rapidamente pelo litoral da Região Nordeste. Entre eles, a declaração de emergência nos municípios afetados pelo desastre ambiental. O decreto permite que verbas contingenciais sejam usadas na contenção do petróleo. João Leão assinou também um termo de recebimento de ajuda da sociedade civil e uma carta pedindo apoio ao governo federal.

“O decreto tem o intuito de nos ajudar a resolver o problema. Ele trata da participação do Estado e dos municípios neste processo para nos habilitar a receber recursos federais. O segundo documento é sobre a cooperação dos capelães do Brasil, que nos ofereceram 5 mil pessoas [voluntários]. Já o terceiro solicita o apoio da Petrobras, que é quem entende do assunto”, explicou o governador.

De acordo com a secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia, 35 toneladas de óleo já foram retiradas do litoral. A coleta do material contaminado é feita por uma força-tarefa composta por bombeiros, Defesa Civil e funcionários municipais. 

“Estamos intensificando o trabalho principalmente nas regiões onde há dificuldade de acesso, porque nas zonas mais urbanas as prefeituras têm atuado junto com o Governo do Estado. Nós temos colocado para as cidades a possibilidade não somente do decreto de emergência ambiental, como também equipamentos e materiais que permitem a retirada”, declarou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Francisco Telles.

O governo da Bahia emitiu, ainda, um alerta para a população para que não entre em contato direto com o óleo e não toque ou remova resíduos contaminados.

Saiba onde foi encontrado em Pernambuco

•Boa Viagem - Recife

•Praia Del Chifre - Olinda

•Candeias - Jaboatão dos Guararapes

•Piedade - Jaboatão dos Guararapes

•Praias de Gamboa - Ipojuca

•Praia de Nossa Senhora do Ó - Ipojuca

•Porto de Galinhas - Ipojuca

•Pau Amarelo - Paulista

•Conceição - Paulista

•Carneiros - Tamandaré

•Tamandaré - Tamandaré

•Ilha Cocaia - Cabo de Santo Agostinho

•Praia do Paiva - Cabo de Santo Agostinho

•Praia do Forte Orange - Ilha de Itamaracá

•Catuama - Goiana

•Ponta de Pedras - Goiana

Veja o que fazer se encontrar animais com manchas de petróleo

1. Não entre em contato com o óleo. Perigo de alta toxidade! Não tente limpar com sabão, areia, ou qualquer produto químico. Essas substâncias podem disseminar a contaminação do óleo no ambiente e no animal;

2. Não devolva o animal ao mar. Animais encalhados precisam de avaliação clínica especializada. Caso devolvido sem cuidados adequados, o animal poderá encalhar novamente;

3. Isole a área, evite barulho, conversas, e movimentos que possam estressar o animal. Não alimente e nem force a ingestão de líquidos;

4. Proteja o animal do sol (com guarda-sol, panos limpos) e aguarde a chegada da equipe de resgate.

Fonte: PCCB-UERN (Projeto Cetáceos da Costa Branca, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte)

Localidades afetadas

Para saber quais foram as localidades afetadas no Nordeste para clicar aqui.

Últimas notícias