FORTALEZA - CE

Pelo menos três vítimas do desabamento seguem internadas; Confira a lista

As vítimas estão divididas entre hospitais particulares e públicos

Do O Povo para a Rede Nordeste
Do O Povo para a Rede Nordeste
Publicado em 17/10/2019 às 16:27
Notícia
Foto: Mauri Melo/O POVO
As vítimas estão divididas entre hospitais particulares e públicos - FOTO: Foto: Mauri Melo/O POVO
Leitura:

Das sete vítimas do desabamento do edifício Andréa resgatadas com vida, pelo menos três seguem internadas em hospitais de Fortaleza nesta quinta-feira (17). Elas estão divididas entre hospitais particulares e públicos. Casos graves, que apresentaram fraturas e precisaram passar por cirurgias, seguem em avaliação médica.

As informações foram divulgadas pela assessoria de comunicação do Instituto Doutor José Frota (IJF) nesta manhã.

Veja lista com o perfil de cada um dos sobreviventes:

1 - Cleide Maria da Cruz Carvalho, 60 anos

Foi encaminhada ao IJF e recebeu tratamento de fratura exposta no membro inferior direito. Passou por cirurgia e segue internada no IJF II com quadro clínico estável. Cleide recebe suporte clínico e terapia com antibióticos. Ela é avaliada uma vez por dia pelos médicos do hospital.

2 - Gilson Moreira Gomes, 53 anos

Foi submetido a uma cirurgia para fixação de fratura exposta e segue internado também no IJF II. Ele sofreu fraturas fechadas em ambas as pernas e uma fratura exposta no dedo maior do pé, de acordo com o diretor de traumatologia do hospital, Fernando Façanha. Gilson deve passar por outra cirurgia e reabilitação pós-operatória. De acordo com o médico, ele tem condições de voltar à vida que tinha antes. Ele tem três avaliações médicas por dia.

3 - Francisco Rodrigues Alves, 59 anos

Era porteiro do prédio e teve fratura fechada no braço. Ele foi levado ao Frotinha da Messejana, onde fez exames pré-operatórios e recebeu os primeiros tratamentos. O homem será transferido para o hospital Zilda Arns e tem cirurgia marcada para esta sexta-feira, 18.

4 - Maria Antônia Peixoto, 72 anos

Paciente foi recebida no IJF com traumatismo craniano grave e trauma torácico. Ela recebeu suporte respiratório, transfusão sanguínea e outros cuidados emergenciais. A pedido da família, foi transferida para o hospital particular OTOClínica. O POVO Online tentou contato com o hospital para saber mais sobre o quadro de saúde de Maria Antônia, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria. O caso segue sendo o mais grave do acidente

5 - Homem, 35 anos

Foi encaminhado ao Frotinha de Messejana com escoriações leves e já teve alta.

6 - Fernando Marques, 20 anos

Foi encaminhado a hospital particular e recebeu alta. É neto de Izaura Marques, 81, que foi retirada sem vida dos escombros.

7 - Davi Sampaio, 22 anos

Universitário que enviou foto para os pais enquanto estava debaixo dos escombros teve leves escoriações. Ele foi levado ao hospital OTOClínica, ficou internado em observação, mas já obteve alta. Amigos fazem vaquinha virtual para arrecadar recursos para a família.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias