CORONAVÍRUS

Secretaria de Saúde de Minas confirma primeira suspeita de Coronavírus no Brasil

Paciente é uma mulher de 35 anos que esteve na China e desembarcou no Brasil em 18 de janeiro

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 22/01/2020 às 15:44
Notícia
Foto: Pixabay
Paciente é uma mulher de 35 anos que esteve na China e desembarcou no Brasil em 18 de janeiro - FOTO: Foto: Pixabay
Leitura:

A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) está investigando o primeiro caso suspeito de coronavírus no Brasil. A suspeita foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), nesta quarta-feira (22).

A paciente é uma mulher brasileira de 35 anos que esteve na China, em Shangai, e desembarcou em Belo Horizonte no dia 18 de janeiro, com sintomas compatíveis com doença respiratória viral aguda. Ela está clinicamente estável e o caso, identificado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Centro Sul de Belo Horizonte, na última terça-feira (21), segue em investigação.

Leia mais: Veja o que se sabe sobre o coronavírus que já matou 17 pessoas

Leia mais: Brasil aguarda definição da OMS sobre coronavírus

Em nota, a SES-MG afirmou que o caso foi notificado como suspeito. "Tendo em vista o contexto epidemiológico atual do país onde a paciente esteve, foi considerada a hipótese de doença causada pelo novo Coronavírus, que é microorganismo de alerta sanitário internacional, considerando o potencial pandêmico com alto risco à vida e impacto assistencial". 

O órgão também informou que apesar de não apresentar qualquer sinal indicativo de gravidade clínica, a paciente foi conduzida rapidamente para o Hospital Eduardo Menezes (HEM) para observação em ambiente hospitalar. 

"O HEM foi prontamente acionado pelo CIEVS-MG e CIEVS-BH e se organizou em poucos minutos para receber a paciente. Todas as medidas assistenciais para redução de risco de transmissão foram tomadas", acrescentou a SES-MG em nota.

A paciente relatou que não esteve na região de Wunhan e que também não teve contato com pessoa sintomática durante sua passagem pelo país asiático. Os exames capazes de confirmar ou descartar a hipótese diagnóstica encontram-se em andamento em laboratórios de referência.

Coronavírus

Os coronavírus (CoV) são uma grande família viral, conhecidos desde meados dos anos 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem.

Segundo informações divulgadas pelo Centro de Controle de Doenças Americano - CDC e Organização Mundial da Saúde – WHO, as autoridades chinesas relataram que um novo coronavírus (nCoV) foi identificado no país. Atualmente, mais de 400 casos foram confirmados na China.

No dia 21 de janeiro de 2020 foi identificado o primeiro caso nos EUA. Também já foram identificados casos em outros países (Japão, Tailândia, Coreia do Sul), todos os casos identificados foram de pessoas que estiveram na região de transmissão. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias