Atiradores

Antes do massacre de Orlando, Virgínia Tech tinha sido o pior ataque a tiros nos EUA

Em 2007, atentado na universidade deixou 32 mortos. Conheça outros ataques sangrentos nos EUA

JC Online
JC Online
Publicado em 12/06/2016 às 20:09
Foto: contribuição anônima/wikipedia
Em 2007, atentado na universidade deixou 32 mortos. Conheça outros ataques sangrentos nos EUA - FOTO: Foto: contribuição anônima/wikipedia
Leitura:

O massacre de Orlando, ocorrido na Boate Pulse e que deixou pelo menos 50 mortos na madrugada de 12 de junho, foi o pior ataque a tiros registrado nos Estados Unidos. Conheça os maiores ataques do tipo já registrados no país.

Universidade Virgínia Tech, 2007 - 32 mortos
terror cho seung-hui

Na universidade localizada no Estado da Virgínia, o estudante coreano Cho Seung-Hui, de 23 anos, matou 32 colegas e professores antes de se matar.

Escola primária de Sandy Hook - 27 mortos

terror adam lanza

Em dezembro de 2012, em Connecticut, o atirador Adam Lanza, 20 anos, ex-aluno da escola, matou 20 alunos e seis funcionários, antes de se matar. Depois descobriu-se que a primeira vítima tinha sido a própria mãe de Lanza.

Cafeteria Lubys - 23 mortos
terror george hennard

Em 1991, dirigindo uma picape, Goerge Hennard, então com 35 anos, invadiu uma cafeteria no estado do Texas, matou a tiros 23 pessoas e depois se suicidou.

McDonald’s de San Ysidro - 21 mortos
terror james huberty-000

Em 1984, James Huberty, 41 anos, dias depois de comentar com a esposa que achava ter problemas psiquiátricos, estacionou seu carro no estacionamento da McDonald’s de San Ysidro Boulevard e ali matou 21 pessoas, entre adultos e crianças.

San Bernardinho - 14 mortos
terror tashfeen malik e syed Farook

Em dezembro de 2015, o casal Syed Farook e Tashfeen Malikum invadiram o Inland Regional Center em San Bernardino, Califórnia, matando 14 pessoas. Eles, que se diziam seguidores do Estado Islâmico, foram mortos pela polícia numa troca de tiros.

Últimas notícias