FOGO

Principais focos de incêndio em Portugal estão sob controle

Os bombeiros conseguiram deter nesta quinta-feira (22) o avanço do incêndio florestal que afeta desde sábado (17) a região de Gois

AFP
AFP
Publicado em 22/06/2017 às 7:41
Foto: PATRICIA DE MELO MOREIRA / AFP
Os bombeiros conseguiram deter nesta quinta-feira (22) o avanço do incêndio florestal que afeta desde sábado (17) a região de Gois - FOTO: Foto: PATRICIA DE MELO MOREIRA / AFP
Leitura:

Os bombeiros conseguiram deter nesta quinta-feira (22) o avanço do incêndio florestal que afeta desde sábado (17) a região de Gois, centro de Portugal, menos de 24 horas depois de controlar as chamas em Pedrógão Grande, em uma tragédia que deixou 64 mortos e 204 feridos.

O incêndio declarado no sábado (17) perto de Gois foi "controlado", anunciou o comandante das operações, Carlos Tavares, que citou a possibilidade de que alguns focos ainda podem despertar.

As chamas, que também atingiram as localidades vizinhas de Pampilhosa da Serra e Arganil, foram limitadas a um perímetro controlado pelos bombeiros, com uma superfície aproximada de 20.000 hectares. 

Incêndio em Gois era o segundo mais importante

O incêndio em Gois era o segundo mais importante da região, depois do fogo em Pedrógão Grande, que começou no sábado e destruiu quase 30.000 hectares de florestas, antes de ser controlado na quarta-feira à tarde. 

Quase 2.400 bombeiros permanecem mobilizados para lutar contra os dois incêndios. No restante do país, os demais focos parecem dar uma trégua às equipes de emergência.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias