escândalo

''Lula se arrependeu de ter optado por Dilma'', diz Sarney para Machado

Conversa de Sarney com Machado revela que ex-presidente cometeu erro ao indicar Dilma para sucedê-lo

Diogo Menezes
Diogo Menezes
Publicado em 28/05/2016 às 21:17
Foto: Lula Marques/Agência PT
Conversa de Sarney com Machado revela que ex-presidente cometeu erro ao indicar Dilma para sucedê-lo - Foto: Lula Marques/Agência PT
Leitura:

O ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) comentou, em conversa gravada por Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está arrependido de ter optado por Dilma Rousseff para lhe suceder. A gravação foi divulgada na noite deste sábado, no Jornal Nacional, da Rede Globo.

Sarney refere-se à escolha de Dilma como "o único erro que ele (Lula) cometeu". Sérgio Machado, que gravou conversas com outros políticos do PMDB, fez acordo de delação premiada homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Na gravação de Sarney, ele não cita o nome de Lula, mas se refere ao ex-presidente na resposta a uma crítica de Machado à omissão de Dilma. “Ele (Lula) chorando. O que eu ia contar era isso. Ele me disse que o único arrependimento que ele tem é de ter eleito a Dilma. Único erro que ele cometeu. Foi o mais grave de todos”, disse Sarney.

Em outro trecho da gravação, com Renan Calheiros, divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo, o presidente do Senado afirma que Lula só escapou das acusações de envolvimento com o escândalo do mensalão (2005) porque não investigaram a fundo a movimentação financeira do marqueteiro Duda Mendonça no exterior.  Responsável pelo marketing da vitoriosa campanha presidencial de Lula em 2002, Duda já admitiu, em depoimento à CPI dos Correios, que recebera R$ 10 milhões no exterior em esquema de caixa dois.

“Por que que o Lula saiu? Porque o Duda fez a delação. Na época, nem tinha (a lei). O Duda fez a delação e disse que recebeu o dinheiro fora. E ninguém nunca investigou quem pagou, né? Este é que foi o segredo”, disse Renan.

Em outro trecho, Renan e Machado conversam sobre o tríplex no Guarujá e o sítio em Atibaia, cuja propriedade é atribuída ao ex-presidente, que nega ser o dono. “Botou na real. Aí (inaudível) umas besteiras, como a Marisa diz, besteira. Ele (Lula) tem R$ 30 milhões em caixa. Como é que não comprou um apartamento, uma porra (inaudível)? Porra, umas merdas, um sítio merda, um apartamento merda”, diz Machado.

A presidente afastada Dilma Rousseff disse que não vai comentar as declarações de Sarney e de Sérgio Machado. O presidente do Senado, Renan Calheiros, também se negou a falar das gravações. A assessoria de imprensa do Instituto Lula classificou as gravações de “nojentas”.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias