COMPAZ

Compaz do Coque deve ser licitado em janeiro, prevê PCR

Em 2012, Geraldo Julio prometeu construir cinco Compaz no Recife

Paulo Veras
Paulo Veras
Publicado em 14/12/2018 às 7:15
Foto: divulgação
Em 2012, Geraldo Julio prometeu construir cinco Compaz no Recife - Foto: divulgação
Leitura:

Há ainda um sexto Compaz que a Prefeitura do Recife espera licitar em janeiro, a unidade que começou a ser construída e está parada na comunidade Coque, no bairro de Joana Bezerra, na área central do Recife. A obra começou em 2013 e seria uma Estação do Governo Presente, que deveria ter sido concluída em 2014.

Depois de 2015, com a promessa do governador Paulo Câmara (PSB) de construir 20 unidades do Compaz, mudou de modelo. A construtora, porém, faliu e deixou o projeto 50% concluído pela metade. Em maio deste ano, o Estado assinou um convênio de quase R$ 4 milhões com a prefeitura para que o município terminasse o equipamento.

De onde vem o dinheiro?

Segundo João Guilherme Ferraz, chefe do Gabinete de Projetos Especiais da Prefeitura do Recife, a atualização no projeto da obra deve ser concluída ainda este mês. “Ela não entrou na lista dos Compaz que receberão os recursos (R$ 20 milhões) da União. Como ela é a continuidade de uma obra, não podia ser inscrita em um convênio federal”, explicou.

A proposta atual prevê que o governo do Estado coloque quase R$ 3,6 milhões no equipamento. O restante dos recursos, menos de R$ 400 mil, deve sair dos cofres da própria prefeitura. Segundo Ferraz, sem a licitação ainda não é possível definir quando o Compaz do Coque entrará em funcionamento. “Ele terá o mesmo modelo dos que já existem”, adianta.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias