Eleições 2020

'O PSB está mais preocupado comigo que eu mesma', diz Marília Arraes sobre eleições 2020 no Recife

A pré-candidata pelo PT, Marília Arraes, falou à Rádio Jornal sobre as eleições de 2020

Ana Gabriela Lima
Ana Gabriela Lima
Publicado em 31/01/2020 às 9:18
Notícia
Felipe Ribeiro/JC Imagem
A pré-candidata pelo PT, Marília Arraes, falou à Rádio Jornal sobre as eleições de 2020 - FOTO: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

Em entrevista à Rádio Jornal, nesta sexta-feira (31), a pré-candidata à Prefeitura do Recife pelo PT, Marília Arraes, voltou a falar sobre a rixa com o PSB e projeções para a eleição municipal de 2020. Segundo a deputada, questionada sobre as últimas falas de integrantes do PSB, a legenda "está morrendo de medo (de sua candidatura)".

"Como é que eles estão despreocupados, mas toda semana tem alguém para dar entrevista, para dizer ao jornal que não tem medo que eu seja candidata? Eles estão morrendo de medo. Eles têm que aproveitar o carnaval e descansar, por que a gente vai começar uma agenda pesada e vai chegar com tudo", advertiu. 

>> Marília Arraes é a pré-candidata da direção nacional do PT

>> 'Eu estarei no segundo turno', diz Marília Arraes sobre sua candidatura à Prefeitura do Recife pelo PT

A pré-candidata também comentou sobre a fala do ex-presidente Lula (PT) em que diz que o Recife "precisa de prefeito, não de príncipe", sobre a candidatura do deputado João Campos. Para Marília, o Recife "precisa de candidatos". 

"Recife precisa de pessoas que se disponham a disputar a eleição, a colocar suas ideias e a passar pelo crivo das urnas e não ficar tentando retirar candidatura de A, B e C para tentar aclamar um vencedor sem passar pelo debate necessário". 

Marília não confirmou nem negou seu apoio ao PSB em um possível segundo turno, caso ela não esteja presente. De acordo com Marília, o segundo turno é "outra eleição" e é uma situação "hipotética".

"Não faz sentido falar disso estando no primeiro turno e diante de alguém que está liderando as pesquisas. Com empate técnico ou não, nós estamos em primeiro lugar. O segundo turno é outra eleição, é outro contexto". 

Direção nacional do PT apoia Marília

Após reunião com dirigentes do PT nacional e de Pernambuco, nesta terça-feira (28), que contou com a presença do ex-presidente Lula, o vice-presidente do PT, José Guimarães (PT-CE), afirmou que a deputada federal Marília Arraes (PT) é a pré-candidata da direção nacional do PT para a Prefeitura do Recife nas eleições 2020.

"Ao final nós deliberamos o seguinte; primeiro reconhecer e considerar que ela é a nossa pré-candidata da direção nacional do PT; segundo lugar, compreendendo que o diretório de Recife tem posição contraria, nós resolvemos abrir um amplo diálogo na tentativa de construção da unidade do PT", disse o petista. 

Caso a candidatura de Marília seja concretizada, ela deve disputar a sucessão do prefeito Geraldo Julio (PSB) contra adversários como o deputado João Campos. 

O que o PSB fala sobre candidatura de Marília

Pré-candidato a Prefeitura do Recife (PCR) pelo PSB, o deputado federal João Campos afirma que não há novidades caso o PT venha a bater o martelo sobre a candidatura da deputada federal Marília Arraes no pleito da Capital. Segundo Campos, "Tem sido assim em todas as eleições municipais desde a redemocratização, inclusive 2012 e 2016. Neste momento difícil da política brasileira, em que direitos e conquistas sociais estão sendo ameaçados, nós do PSB achamos importante construir a unidade das forças progressistas, em defesa da democracia e da justiça social". Ele afirma respeitar o PT, caso venha a deixar a Frente Popular, mas que irá seguir "buscando o caminho do diálogo e da construção coletiva de propostas para o Recife, Pernambuco e Brasil", conclui.

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), disse ver com naturalidade o movimento de petistas para lançar a candidatura da deputada federal Marília Arraes (PT) para a Prefeitura do Recife. Caso Marília venha a ser candidata, o PT desembarca da Frente Popular e ela poderá disputar a sucessão contra o próprio primo, o deputado federal João Campos, que deverá ser o candidato do PSB.

Assim como o prefeito Geraldo Julio (PSB), o governo Paulo Câmara (PSB) evitou se posicionar na última quarta-feira (29) sobre as movimentações do PT Nacional a favor do lançamento da candidatura de Marília Arraes (PT) à Prefeitura do Recife nas eleições municipais. Caso o nome dela se concretize, o PT estará em palanque oposto ao PSB, que deve ter João Campos como candidato.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, disse, em entrevista à Rádio Jornal, na manhã da quarta-feira (29), não temer a possível candidatura da deputada federal Marília Arraes (PT) à Prefeitura do Recife nas eleições 2020. O socialista disse ter o "candidato mais competitivo", referindo-se ao também deputado federal João Campos.

"Acho que não (nos assusta a candidatura do PT), temos o candidato mais competitivo na capital que é o deputado João Campos. Claro que vamos tentar as alianças possíveis, mas essa decisão não é nossa, é do PT que está discutindo. A presidente Gleisi (Hoffmann) disse que vai me encontrar no inicio de fevereiro para falar da eleição não apenas do Recife, mas de outras cidades do Brasil. Vamos tratar de várias cidades do país", disse.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias