AULA

Estudantes do 3º ano do ensino médio da rede estadual de Pernambuco voltam às escolas nesta quarta

As unidades estavam fechadas há sete meses, por causa da pandemia da covid-19

JC
JC
Publicado em 21/10/2020 às 8:46
Notícia

WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - FOTO: WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Leitura:

Após impasses que envolveram a justiça, o governo estadual e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintepe), os 81 mil alunos do 3º ano do ensino médio das escolas da rede estadual de Pernambuco estão liberados a assistir às aulas presencialmente a partir desta quarta-feira (21). As unidades estavam fechadas há sete meses, por causa da pandemia da covid-19. As aulas remotas continuam acontecendo normalmente.

Às 0h desta quarta, os professores deflagraram greve por discordarem do retorno. A Justiça dobrou na segunda-feira o valor da multa de R$ 50 mil a ser paga pelo sindicato docente, caso eles mantenham a paralisação. Nas unidades que a reportagem do JC visitou, a ameaça de greve não afetou as aulas.

YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° anos da Escola Sizenando Silveira - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° anos da Escola Sizenando Silveira - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Alisson Coutinho, aluno do 3º ano do Ginásio Pernambucano Cabugá - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Hannah Souto, aluna do 3º ano do Ginásio Pernambucano Cabugá - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° ano do ensino médio da rede estadual no Ginásio Pernambuco da Cruz Cabugá - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° ano do ensino médio da rede estadual no Ginásio Pernambuco da Cruz Cabugá - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° ano do ensino médio da rede estadual no Ginásio Pernambuco da Cruz Cabugá - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° ano do ensino médio da rede estadual no Ginásio Pernambuco da Cruz Cabugá - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° ano do ensino médio da rede estadual no Ginásio Pernambuco da Cruz Cabugá - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° ano do ensino médio da rede estadual no Ginásio Pernambuco da Cruz Cabugá - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos alunos à Escola Técnica Professor Agamenon Magalhães, na Encruzilhada, Zona Norte do Recife - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Anália Receba Duarte, aluna do 3° Ano do Sizenando Silveira - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Júlia Moraes, aluna do 3° Ano do Sizenando Silveira - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° anos do Sizenando Silveira - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° anos da Escola Sizenando Silveira - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° anos da Escola Sizenando Silveira - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Retorno dos alunos dos 3° anos da Escola Sizenando Silveira - YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM
Volta dos terceiranistas à Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães - WELLINGTON LIMA/JC IMAGEM

É o caso da Escola Técnica Estadual Professor Agamemnon Magalhães, no bairro da Encruzilhada, Zona Norte do Recife. "A gente tem 100% dos professores presentes nessa aqui, mas na maior parte das escolas a gente sabe que vai ter a presença dos professores. Ao longo do dia, vamos verificar como foi a presença no Estado, mas, felizmente, sabemos que boa parte dos estudantes e professores estão retornando", afirma Fred Amâncio, secretário de Educação de Pernambuco.

>> Colégio no Recife suspende aulas por 14 dias porque alunos estão com covid-19

Na unidade, o principal foco não será as aulas, inicialmente, e sim um "trabalho de acolhimento dos estudantes", segundo o secretário. "É uma dinâmica em que eles vão receber as orientações sobre os protocolos, muitos deles estiveram conosco no dia 6, já receberam esse projeto, e ai, na sequência, vamos ter a retomada das aulas na maior parte das escolas", diz. Na entrada do prédio os terceiranistas foram recebidos por funcionários que verificaram a temperatura e disponibilizaram álcool em gel.

Na Escola Sizenando Silveira, em Santo Amaro, Centro do Recife, é esperado que a maioria dos concluintes voltem à unidade, já que, segundo a gestora, Márcia Nogueira, 80% comunicaram que adeririam o ensino presencial. Dos 23 professores, seis vão permanecer em casa, por ter comorbidades. Outros dois comunicaram, nessa terça, que estavam em dúvida se iriam aderir à greve. Os outros 15 garantiram que voltariam.

A estudante Anália Rebeca Duarte, 16, comemorou a abertura da escola, já que não conseguia se concentrar no ensino à distância. "Estava com sentimento de nostalgia, de muita saudade, estava louca para voltar, não vinha desde que fechou. fiquei nervosa na entrada, estava com muita saudade dos amigos e dos professores, que são muito acolhedores", revela.

Com o intuito de driblar o horário de pico, o governo do estado alterou o horário de início das aulas de 7h a 7h30 para 8h a 8h30. No entanto, para Hannah Souto, 17, aluna do Ginásio Pernambucano da Cruz Cabugá, a mudança não fez diferença, porque mora em Paulista e, para embarcar no ônibus, precisa passar pelo Terminal Integrado Pelópidas Silveira, que, segundo ela, estava "muito cheio".

A terceiranista cogitou não ir até a escola por receio de contaminação, mas achou melhor ir. "Espero que o aprendizado seja eficaz, porque o EAD não estava funcionando, estava assistindo às aulas pelo celular. A maior dificuldade vai ser ficar a manhã inteira de máscara, porque não consigo ficar nem uma hora", conta. 

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias