COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Máscara não será mais obrigatória em faculdades públicas e privadas de Pernambuco

Governo de Pernambuco mantem a obrigatoriedade em escolas públicas e privadas da educação básica

Margarida Azevedo
Cadastrado por
Margarida Azevedo
Publicado em 19/04/2022 às 14:05 | Atualizado em 19/04/2022 às 18:27
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Uso de máscara não será mais obrigatório em faculdades e universidades de Pernambuco - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Alunos, professores e funcionários de faculdades e universidades públicas e privadas de Pernambuco não vão precisar usar obrigatoriamente máscara facial de proteção contra a covid-19 a partir desta quarta-feira (20), segundo a Secretaria Estadual de Saúde. A obrigatoriedade do uso da proteção no rosto está mantida apenas para escolas.

Na manhã desta terça-feira (19), o governador Paulo Câmara anunciou a retirada da obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes fechados a partir desta quarta-feira (20). Segundo o governo, a diminuição dos números da covid-19 no Estado permitiu esta flexibilização no Plano de Convivência.

De acordo com o governador, a semana epidemiológica 15, encerrada no último sábado (16), confirmou todos os indicadores da pandemia em queda. Mas há exceções. O uso obrigatório da máscara será mantido nos transportes coletivos, escolas e unidades de saúde no Estado.

ARGUMENTOS

A justificativa para manter a máscara nos colégios de educação básica é que a cobertura vacinal de crianças e adolescentes está baixa. Outro argumento é que esta época, quando começa o período chuvoso, aumentam os casos de doenças sazonais (algumas até mais graves para o público infantil).

Segundo painel de vacinação mantido pela Secretaria de Saúde, apenas 15,74% das crianças de 5 a 11 anos estão com esquema vacinal contra o coronavírus completo. Entre os adolescentes de 12 a 17 anos esse índice é de 54,80%. Já na população de 18 a 59 anos - que compreende os universitários - o governo estadual informa que 95,30% estão imunizados.

UNIVERSIDADES PÚBLICAS

A máscara de proteção contra a covid-19 continuará sendo exigida nos ambientes fechados das Universidades Federal (UFPE) e Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e na Universidade de Pernambuco (UPE), apesar da liberação do governo estadual.

Segundo as assessorias de imprensa da UFPE e da UFRPE, as duas instituições de ensino, alunos, professores e servidores, além de visitantes, terão que portar a proteção no rosto. Na UPE, a informação foi confirmada pela reitora Socorro Cavalcanti.

 

Comentários

Últimas notícias