COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Em Pernambuco, alunos de cursinhos pré-vestibulares e de idiomas terão que continuar usando máscaras?

Segundo governo de Pernambuco, exigência da máscara em ambientes fechados permanece apenas para escolas de educação infantil, ensino fundamental e médio

Margarida Azevedo
Cadastrado por
Margarida Azevedo
Publicado em 19/04/2022 às 17:33 | Atualizado em 19/04/2022 às 17:50
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Uso de máscara permanece obrigatório em escolas de Pernambuco - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

Cursinhos pré-vestibulares, de idiomas ou outros não precisam mais obrigar o uso de máscaras nas salas de aulas ou em outros ambientes fechados. Segundo o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, caberá a cada instituição de ensino decidir pela cobrança ou não da proteção facial em seus alunos. O mesmo vale para faculdades e universidades. Já nas escolas de educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, públicas e privadas, a exigência de máscara é obrigatória.

"Recomendamos que a máscara seja usada em qualquer ambiente, mas só continua obrigatório nas escolas, no caso da educação. As faculdades têm autonomia para decidir, como os cursinhos. Estimulamos que mantenham, mas o decreto estadual de hoje continua obrigatório nas escolas de educação infantil, ensino fundamental e médio", explica Longo.

"Estamos transitando entre a obrigatoriedade e a responsabilidade. Esperamos que a educação sanitária que aprendemos durante a pandemia seja mantida. Usar a máscara é uma decisão individual. Retiramos a obrigatoriedade em ambientes fechados, com exceção das escolas, mas recomendamos que continue sendo usada", comentou Longo. 

Comentários

Últimas notícias