COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Governo de Pernambuco tira dúvidas sobre fim do uso obrigatório de máscaras

Participam da coletiva de imprensa os secretários André Longo (Saúde) e Sidia Haiut (executiva de Desenvolvimento Econômico)

Cinthya Leite
Cadastrado por
Cinthya Leite
Publicado em 19/04/2022 às 16:20 | Atualizado em 19/04/2022 às 17:34
MIVA FILHO/SES
Secretários participam de coletiva de imprensa no Palácio do Campo das Princesas - FOTO: MIVA FILHO/SES
Leitura:

O governo de Pernambuco realizou uma coletiva de imprensa para tirar dúvidas sobre a nova flexibilização no Plano de Convivência com a Covid-19 no Estado. Na ocasião, foram esclarecidos pontos sobre o fim do uso obrigatório de máscaras.

Participaram da coletiva de imprensa os secretários André Longo (Saúde) e Sidia Haiut (executiva de Desenvolvimento Econômico).

Veja: 

Com exceção dos serviços de saúde, das escolas e do transporte público (como ônibus e metrô), o uso da máscara não é mais obrigatório em Pernambuco a partir desta quarta-feira (20). O anúncio foi feito, nesta terça-feira (19), pelo governador Paulo Câmara. Desde o dia 29 de março, o uso de máscaras já havia sido liberado, no Estado, em locais abertos. 

A medida é possível graças à tendência contínua de redução nos indicadores (casos, mortes e hospitalização) do coronavírus no Estado e ao avanço da vacinação contra covid-19. Atualmente, com relação às primeiras doses, foram 8.145.974 aplicações - cobertura de 91,79%. Do total, 7.121.638 pernambucanos (80,24%) já completaram seus esquemas vacinais. Em relação às primeiras doses de reforços (terceira dose), já foram aplicadas 3.275.302 (cobertura de 49,59%). 

De acordo com o governador Paulo Câmara, a semana epidemiológica 15, encerrada no último sábado (16), confirmou todos os indicadores da pandemia em queda. "Também na semana passada, atingimos o patamar de 80% da população vacinada com duas doses ou dose única, e mais de 80% dos maiores de 60 anos de idade havia tomado a dose de reforço. Esses números nos dão condições de avançar mais um passo no nosso Plano de Convivência com a Covid", explica Paulo Câmara. 

O uso obrigatório da máscara será mantido nos transportes coletivos, escolas e unidades de saúde no Estado. "Vamos continuar incentivando a vacinação e trabalhando para encerrar definitivamente esse capítulo da nossa história", acrescenta o governador.

"Continuamos observando uma tendência contínua de redução nos indicadores da covid-19 em Pernambuco, mesmo após novas flexibilizações no nosso plano de convivência. Isso só está sendo possível graças ao avanço da vacinação em nosso Estado. Já temos 80% da população vacinada com ao menos duas doses e 80% dos idosos também já foram vacinados com a primeira dose de reforço", disse, na última semana, à coluna Saúde e Bem-Estar, do JC, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo.

Ele acrescentou que, mesmo em meio ao cenário epidemiológico favorável, o vírus continua em circulação. "A Organização Mundial da Saúde continua classificando a emergência em saúde provocada pela covid-19 como pandemia. Assim, para continuarmos colhendo bons frutos neste enfrentamento ao vírus, mantendo um cenário positivo de forma sustentada, é crucial conseguirmos avançar ainda mais na imunização da população", frisa Longo.

Números da covid-19 em Pernambuco

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES) Pernambuco totaliza, desde o início da pandemia, 914.166 casos confirmados de covid-19, sendo 58.469 graves e 855.697 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha. Além disso, o Estado totaliza 21.542 mortes em decorrência de complicações da covid-19.

Comentários

Últimas notícias