MOBILIDADE

Primeiro dia útil após aumento nas passagens de ônibus começa com protesto no Grande Recife

Aumento nas tarifas foi de 8,7% e 8,5% nos Anéis A e B, respectivamente

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 08/02/2021 às 7:13
Notícia
WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Protesto no Terminal Igarassu, no Grande Recife - FOTO: WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Leitura:

O primeiro dia útil após o aumento das passagens de ônibus, autorizado pelo Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM), começou com protestos no Grande Recife nesta segunda-feira (8). No Terminal Integrado de Igarassu, desde as 5h, usuários do transporte público fecharam os portões de entrada e saída para reclamar do serviço oferecido e do reajuste tarifário dos Anéis A e B, que passaram de R$ 3,45 para R$ 3,75 e R$ 4,70 para R$ 5,10, respectivamente. O aumento foi de 8,7% e 8,5%.

>> Histórias de dor e impunidade - As vítimas do trânsito brasileiro

Pneus, lixo e outros materiais estão sendo queimados na entrada do terminal, e, por conta do protesto, os coletivos não entram nem saem da Integração. 

WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Protesto no Terminal Igarassu, no Grande Recife - WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Protesto no Terminal Igarassu, no Grande Recife - WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Passageiros fecharam os portões de entrada e saída para reclamar do serviço oferecido e do reajuste tarifário dos Anéis A e B, que passaram de R$ 3,45 para R$ 3,75 e R$ 4,70 para R$ 5,10, respectivamente. O aumento foi de 8,7% e 8,5% - WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Protesto no Terminal Igarassu, no Grande Recife - WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Protesto no Terminal Igarassu, no Grande Recife - WELINGTON LIMA/JC IMAGEM

Manifestantes informaram à reportagem da TV Jornal que a manifestação começou logo cedo, porque um motorista não parou o ônibus para levar os passageiros sentido Recife. Ainda segundo eles, o protesto acontece com o objetivo de denunciar o aumento da passagem frente ao péssimo serviço ofertado no Terminal de Igarassu. "Nós estamos tentando resolver desse jeito porque todos os dias nós sofremos [no Terminal]. Não é só hoje porque está assim. Mas hoje chegou no limite!", disse Flávio, que participa do protesto.

"A empresa Itamaracá, que é a que rege o transporte aqui, faz um serviço mal prestado. Os funcionários não dão informação. A gente precisa esperar 40 minutos por algumas linhas. Eles colocam ônibus grandes para trajetos curtos e ônibus pequenos para trajetos longos, é uma falta de organização", completou. 

Outro manifestante, identificado como Heber, também denunciou a falta de segurança e fiscalização. "Além do aumento da passagem, não tem segurança aqui, nem fiscalização. A gente passa o tempo todinho naquela fila e não tem ninguém para organizar", revelou. 

Do lado de fora do terminal, uma fila quilométrica de passageiros aguardando a saída dos ônibus se formou. Para muitos deles, apesar de concordarem que o serviço prestado deixa a desejar, o protesto foi uma surpresa. Claudiane é uma delas: "Não sei o que está acontecendo, simplesmente colocaram fogo aí e a gente tá aqui esperando. Não vou poder chegar ao trabalho, já liguei para minha patroa e a gente não sabe nem o que fazer, não tem para onde correr".

>> MPPE pede adiamento do aumento das passagens de ônibus no Grande Recife

>> BBB21: Gilberto critica superlotação de ônibus no Grande Recife e pede melhorias

Em nota, o Grande Recife Consórcio informou que, apesar das denúncias, algumas linhas de ônibus foram reforçadas nos últimos dias. Leia na íntegra:

"O Grande Recife informa que a operação do TI Igarassu está comprometida devido a um protesto realizado pelos usuários do terminal. A manifestação começou por volta das 6h desta segunda-feira (8) e teria como motivação a recomposição tarifária. Vale destacar que as linhas TI Igarassu (Dantas Barreto) e TI Igarassu/ TI Macaxeira foram reforçadas nas últimas semanas e operam com 100% da frota. A Polícia Militar foi acionada para restabelecer o funcionamento do terminal".

A empresa Itamaracá, por sua vez, foi contatada pela reportagem do JC para prestar esclarecimentos mas, até a publicação desta matéria, não enviou resposta. 

Até as 8h desta segunda (8), a manifestação ainda estava sendo realizada, e, segundo passageiros, não há previsão para o fim do ato. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros tiveram que ser acionados. 

WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Bombeiros apagam as chamas no Terminal de Igarassu, no Grande Recife - WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Bombeiros apagam as chamas no Terminal de Igarassu, no Grande Recife - WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Bombeiros apagam as chamas no Terminal de Igarassu, no Grande Recife - WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
WELINGTON LIMA/JC IMAGEM
Bombeiros apagam as chamas no Terminal de Igarassu, no Grande Recife - WELINGTON LIMA/JC IMAGEM

Horário Social

Além do aumento tarifário, o chamado Horário Social, que propõe um desconto no valor da tarifa nos horários considerados de pico, também passou a valer nesse domingo. Nele, os usuários de ônibus do Grande Recife, que utilizam o cartão VEM Comum, poderão ter um desconto de R$ 0,40 na passagem. A redução tarifária ocorrerá em dois momentos: das 9h às 11h e das 13h30 às 15h30. 

JAILTON JR / JC Imagens
Aumento na tarifa dos ônibus entrou em vigor neste domingo (7) - JAILTON JR / JC Imagens

Comentários

Últimas notícias