COLUNA MOBILIDADE

Que tal pedalar numa bicicleta com sombreiro? Conheça o CicloShadow

O sombreiro é leve e prático. Foi projetado para ser instalado na estrutura das bicicletas e, garantem os criadores, não desestabiliza a pedalada

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 13/04/2021 às 14:30
Notícia
DIVULGAÇÃO
É possível usar o sombreiro de duas formas: sendo acoplado pelo usuário, o que é simples e rápido, ou já vir instalado nas bicicletas públicas, como o Bike PE, por exemplo - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Que tal pedalar protegido do sol? Já que falta arborização nas ruas do Recife e também na maior parte da estrutura cicloviária implantada até agora, não seria agradável e estimulante ter um sombreiro adaptado à sua bicicleta? Essa é a solução pensada pelos criadores do CicloShadow, um sombreiro tecnológico criado para tornar as pedaladas mais confortáveis e que está em busca de parceiros para ampliar a ideia.

O sombreiro é leve e prático. Foi projetado para ser instalado na estrutura das bicicletas e, garantem os criadores, não desestabiliza a pedalada. Nem o usuário e nem a bicicleta utilizada. “O sombreiro é feito de plástico, sendo extremamente leve. São dois quilos no total. Não há perigo de pender para o lado porque ele vai como o balanço da bike. É um acessório de proteção universal para ser acoplado em bicicletas comuns, elétricas e similares”, explica Márcio Verçosa, que criou o projeto ao lado de Willams Verçosa, design industrial.

Conheça o projeto CICLOSHADOW

O CicloShadow vem equipado com pára sol, espelho, iluminação e conexão USB para carregamento de celular. Pode ser instalado individualmente por quem o utiliza, mas também ser incorporado a um sistema de compartilhamento de bicicletas públicas, como o Bike Itaú. “É possível usar o sombreiro de duas formas: sendo acoplado pelo usuário, o que é simples e rápido, ou já vir instalado nas bicicletas públicas, como o Bike PE, por exemplo”, diz Márcio Verçosa.

DIVULGAÇÃO
É possível usar o sombreiro de duas formas: sendo acoplado pelo usuário, o que é simples e rápido, ou já vir instalado nas bicicletas públicas, como o Bike PE - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
O CicloShadow vem equipado com pára sol, espelho, iluminação e conexão USB para carregamento de celular - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
São dois quilos no total. Não há perigo de pender para o lado porque ele vai como o balanço da bike - DIVULGAÇÃO

Os criadores desenvolveram o projeto com um financiamento do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e agora buscam parceiros para produzir os sombreiros tecnológicos. “Conseguimos desenvolver três unidades para fazer os testes e começar a divulgação. Foi um recurso limitado. Agora, buscamos parceiros para entrar em escala industrial. Quando circulamos com os sombreiros faz muito sucesso. Gera muito interesse. As pessoas sempre nos param para perguntar”, diz Márcio Verçosa.

Projeto Vá Pela Sombra 2021
Em parceria com o Banco do Nordeste, o Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação (IATI) , a UFPE e o Pedala PE, foi criado o projeto Vá Pela Sombra, que tem utilizado os três modelos do CicloShadow para divulgá-los entre a população e, ao mesmo tempo, realizar ações promocionais de comunicação e marketing.

Comentários

Últimas notícias