COLUNA MOBILIDADE

Aplicativos de transporte, como 99 e Uber, prometem benefícios para melhorar qualidade do serviço depois de reclamações

A ação que mais interessa aos motoristas e ao passageiro, que começa a se assustar com os aplicativos adquirindo os mesmos vícios dos táxis antes de 2015 - quando a Uber chegou ao Brasil -, é o repasse integral das tarifas em dias e horários específicos e a revisão da política de cancelamento

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 18/08/2021 às 15:52
Notícia
JC IMAGEM
Enquanto os usuários reclamam das dificuldades para conseguir uma corrida devido aos cancelamentos e sobre a qualidade dos veículos em circulação, os motoristas parceiros responsabilizam as plataformas pelas baixas tarifas - FOTO: JC IMAGEM
Leitura:

Toda ação resulta numa reação. Diante das inúmeras reclamações sobre a péssima qualidade do serviço prestado aos clientes, principalmente devido aos frequentes cancelamentos de corridas, as plataformas de aplicativos de transporte individual de passageiros - como 99 e Uber - prometeram uma reação à altura para resgatar a credibilidade do serviço. Pelo menos no caso da 99. A promessa é lançar ainda neste semestre um pacote de ações que ajudarão nos ganhos dos motoristas - reduzindo a onda de cancelamentos de viagens - e impactarão na economia do País.

Serviço ruim dos aplicativos de transporte como Uber e 99 faz demanda por táxi crescer nas grandes capitais, diz pesquisa

Demanda por táxi cresceu 37% somente no Recife. Crescimento é provocado pelo serviço ruim dos aplicativos

Chuva faz preço do Uber e 99 disparar. Entenda os motivos

 

A promessa da 99 é implementar algumas das iniciativas ainda em agosto e injetar R$ 570 milhões ao PIB brasileiro até dezembro de 2021. A ação que mais interessa aos motoristas e ao passageiro, que começa a se assustar com os aplicativos adquirindo os mesmos vícios dos táxis antes de 2015 - quando a Uber chegou ao Brasil -, é o repasse integral das tarifas em dias e horários específicos e a revisão da política de cancelamento. Vale destacar que a credibilidade dos aplicativos de transporte individual está sendo questionada pela população devido aos problemas. Pesquisas já apontam uma migração de passageiros para os táxis, que tiveram que rever vícios e manias depois que a Uber e a 99 chegaram ao Brasil e há cinco anos não reajustam a tarifa, pelo menos no sistema do Recife.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Pesquisas já apontam uma migração de passageiros para os táxis, que tiveram que rever vícios e manias depois que a Uber e a 99 chegaram ao Brasil e há cinco anos não reajustam a tarifa, pelo menos no sistema do Recife - Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil


Confira as iniciativas anunciadas pela 99:

Taxa Zero

A taxa de intermediação cobrada pela 99 será zerada em dias ou horários específicos ao longo dos meses em todas as categorias, exceto táxi. Dessa maneira, o valor integral da corrida será repassado ao motorista parceiro. Nas cidades onde há a cobrança de preço público, a 99 faz a dedução desse valor e o repassa ao município. Os motoristas serão comunicados com antecedência sobre os dias de Taxa Zero. Apenas na cidade de São Paulo, a iniciativa, em teste desde julho, já gerou R$ 3 milhões de retorno aos motoristas parceiros.

Escolha Inteligente

Em cidades e períodos selecionados, a plataforma apresentará as opções de incentivo disponíveis de corrida para que o motorista parceiro escolha aquela que melhor atenda à sua rotina. Os incentivos oferecem ganhos financeiros para quem cumprir os requisitos das campanhas.

Corrida Turbinada

Com essa opção, o motorista adquire um pacote de bônus que é aplicado à dinâmica de preço das suas corridas durante um determinado período de tempo. Importante destacar que este valor extra não impacta no preço final ao passageiro, ou seja, é subsidiado integralmente pela 99.

Reembolso Rápido

Atendendo a uma das maiores insatisfações entre os motoristas, a 99 fará a revisão do sistema de solicitação de reembolso no app, com adaptações para agilizar o processo de pagamento ao motorista quando o passageiro não paga a corrida.

Revisão de Políticas da Plataforma

Revisão da política de cancelamentos que bloqueia o motorista parceiro por infrações às regras da plataforma. Entretanto, atitudes que vão contra as políticas de uso da plataforma - como casos de ofensa e preconceito - ou infrações à lei vigente continuarão sujeitas às consequências previstas em nossos Termos de Uso.

CLASSE C

A classe C é hoje o principal público dos aplicativos, especialmente da 99. E a pandemia aumentou esse uso, segundo a plataforma. “Sem o privilégio do trabalho remoto, as pessoas com menor renda passaram a utilizar mais transportes por aplicativo. Uma pesquisa Datafolha constatou que, entre as pessoas da classe C, 40% afirmam ter aumentado a frequência de utilização do app em 2020 e 31% começaram a utilizar a modalidade por causa da pandemia”, explica Livia Pozzi, diretora de Operações e Produtos da 99. A retomada das atividades econômicas no início de 2021 também teria feito as classes A e B voltarem a utilizar o serviço, segundo a 99.

Outra vantagem ofertada para os motoristas da 99 garante 10% de desconto no combustível dos 3.2 mil postos da rede Shell, e já foi responsável por R$ 3,1 milhões de economia aos parceiros da plataforma.

Comentários

Últimas notícias