COLUNA MOBILIDADE

Queixas de parceiros e passageiros fazem a Uber rever tarifas pagas ao motorista. Veja o que mudou

A mega do setor de apps acaba de anunciar que reajustou o valor das corridas pago aos motoristas

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 10/09/2021 às 14:47
Notícia
Foto: EBC
Mas tudo, é claro, depende do percurso, do local e do horário da viagem. E o reajuste não pesaria para os passageiros - FOTO: Foto: EBC
Leitura:

A crise entre os maiores aplicativos de transporte privado individual de passageiros - como Uber e 99 -, provocada pelo aumento da gasolina e a perda de passageiros, fez com que algumas empresas agissem para se reposicionar no mercado e, principalmente, entre os motoristas parceiros. A Uber foi uma delas. A mega do setor de apps acaba de anunciar que reajustou o valor das corridas pago aos motoristas. E o reajuste não pesaria para os passageiros.

Diante do aumento dos combustíveis e da reclamação geral de passageiros - devido aos cancelamentos de corridas pelos motoristas - e dos parceiros - cancelando as viagens mais lucrativas para tentar driblar os custos -, disse que está fazendo a revisão dos ganhos dos motoristas e reajustando os valores em diversas cidades. Segundo a Uber, esses reajustes estão sendo implementados em todo o País e variam de cidade para cidade.

Mas tudo, é claro, depende do percurso, do local e do horário da viagem. Em Recife, por exemplo, os reajustes têm proporcionado aumento dos ganhos de parceiros em média 18% quando comparados aos do mês passado. A variação depende dos dias e horários que cada motorista escolhe dirigir. Segundo a Uber, isso acontece na capital pernambucana porque funciona o novo modelo de ganhos da plataforma, que é variável de viagem para viagem e não tem valor fixo por km rodado e por tempo de viagem.

Em Natal (RN), por exemplo, onde funciona o modelo de ganhos baseado no tempo e distância das viagens, os valores de ganhos por km e por minuto foram reajustados em 15%. “Com o aumento constante dos combustíveis, a Uber tem intensificado seus esforços para ajudar os motoristas parceiros a reduzirem seus gastos, com parcerias que oferecem desconto em combustíveis, por exemplo, assim como tem feito uma revisão dos ganhos dos motoristas e reajustado valores em diversas cidades. Os reajustes estão sendo implementados em todo o país e variam de cidade para cidade.

REPERCUSSÃO NEGATIVA

A Associação dos Motoristas e Motofretistas por Aplicativos de Pernambuco (Amape) questiona o reajuste anunciado pela Uber. Alega que é variável e não resolve o problema dos cinco anos sem nenhum tipo de aumento. “O percentual variável, de 11% a 18%, não é aplicado em todas as viagens, o que faz com que apenas algumas corridas passem a ser mais interessantes. De modo geral, o motorista não consegue sentir esse reajuste na ponta. Isso porque, só neste ano, a gasolina já aumentou 51%. Como durante a pandemia as empresas reduziram o valor das tarifas em pelo menos 30%, essa compensação devolve parcialmente as perdas que os motoristas tiveram nos últimos anos. E não resolve o problema das baixas tarifas. As promoções e ações específicas contemplam apenas um grupo de motoristas, não a sua totalidade. Além disso, falta a 99 e a InDriver também realizarem reajustes nas tarifas”, afirma o motorista de aplicativo Thiago Silva, que preside a Amape.

Foto: Fotos Públicas
Crise no setor de aplicativos fez os táxis registrarem aumento na demanda dos passageiros - Foto: Fotos Públicas

Além disso, a Uber garante que está oferecendo outras iniciativas para equilibrar as perdas e o mercado. Veja quais:

Combustíveis

O motorista ganha até 20% de cashback no abastecimento do seu carro. E de forma permanente, pagando com o app abastece-aí nos postos Ipiranga, o motorista parceiro da Uber tem direito a 4% de cashback sem que, para isso, precise gastar seus pontos do programa KM de Vantagens. Isso significa que, além de receber de volta parte do valor gasto no abastecimento, o parceiro ainda acumula mais pontos para usar, por exemplo, na manutenção do carro.

Promoções

A Uber lançou o Turbo+, um novo formato de promoção para os parceiros que adiciona um valor fixo em cada nova oferta de viagem em locais e horários específicos. Também criou promoções com ganhos adicionais para viagens curtas e estaria testando uma nova forma dos parceiros acompanharem as promoções disponíveis, tudo no mesmo lugar do app.

Celular

Os parceiros Uber Pro podem contratar com preços especiais o Uber Chip, plano pré-pago da Surf Telecom que não desconta dados para navegação nos apps mais usados pelos motoristas, como Uber Driver, Waze e WhatsApp.

Uber Conta

Operacionalizada pelo Digio, a Uber Conta permite que os parceiros recebam os ganhos logo após cada viagem, sem pagar taxas e o valor começa a render automaticamente 100% do CDI. Além disso, a Uber Conta dá acesso a vantagens exclusivas como isenção de mensalidade por dois anos na tag Veloe de pedágios e estacionamentos e desconto ou cashback usando o Cartão Uber em lojas parceiras.

Saúde

Com o Uber Pro, os parceiros têm isenção de mensalidades no Vale Saúde Sempre, que dá descontos em consultas, exames e medicamentos, válidos também para dependentes.

Vida Saudável

O Uber Pro também oferece redução de até 50% na mensalidade do TotalPass, aplicativo que permite usar centenas de academias no país, incluindo a rede SmartFit.

Formação

Parceiros Uber Pro têm descontos de até 50% na mensalidade de cursos de graduação à distância - como Administração, Engenharia, Logística, entre outros - oferecidos pelas instituições de ensino superior da Kroton (Ampli, Anhanguera, Unopar, Pitágoras, Unime, Unic, Fama e Uniderp).

Idiomas

Parceiros Uber Pro têm acesso gratuito aos cursos de idiomas oferecidos pela Rosetta Stone, empresa com mais de 30 anos de experiência no ensino de diversas línguas. O aprendizado é integrado ao aplicativo de motoristas da Uber e consiste em mais de 200 lições de leitura, escrita e conversação.

Educação financeira

Todos os parceiros da Uber têm acesso gratuito a uma plataforma educativa, elaborada em conjunto com o Banco Mundial e o Sebrae, com sessões sobre gestão financeira, controle de gastos, gerenciamento de dívidas e planejamento de longo prazo, entre outros tópicos.

Comentários

Últimas notícias