COLUNA MOBILIDADE

Governo de Pernambuco divulga desconto e alíquotas do IPVA 2022. Calendário começa em fevereiro

A decisão do Estado foi de, mais uma vez, como o faz há dez anos, seguir adotando a tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas)

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 30/12/2021 às 13:19
Divulgação
PAGAMENTO Proprietário que escolher quitar o imposto em cota única segue tendo 7% de desconto - FOTO: Divulgação
Leitura:

Demorou, mas saiu. O governo de Pernambuco divulgou nesta quinta-feira (30/12), penúltimo dia de 2021, que a cobrança do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para 2022 será a mesma praticada em 2021, ou seja, não haverá mudanças de alíquotas nem dos descontos aplicados no exercício anterior. Segue valendo o desconto de 7% para o pagamento à vista do imposto (cota única). A decisão do Estado foi de, mais uma vez, como o faz há dez anos, seguir adotando a tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Veja os detalhes neste vídeo:

Calendário do IPVA 2022 é divulgado em Pernambuco; veja datas

Assim, como explicou a Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz), a atualização da base de cálculo do IPVA dos veículos usados segue sendo definida pela tabela FIPE, regulada pelo mercado, através de pesquisa de forma regionalizada, considerando a variação média dos preços de referência da base tributável do IPVA. Ou seja, se o valor do veículo usado tiver subido - o que tem acontecido e foi potencializado com a pandemia de covid-19 -, o IPVA ficará mais caro.

A Sefaz informou, ainda, que para o ano de 2022 será considerada a variação dos preços de mercado dos veículos entre setembro e outubro de 2020 e setembro e outubro de 2021 da Tabela FIPE sobre veículos usados. Para os veículos novos, o IPVA será cobrado com base no valor da aquisição do veículo previsto em Nota Fiscal, metodologia que também não sofreu alteração.

 

Data de pagamento por placa

FINAL DA PLACA COTA ÚNICA
(COM DESCONTO DE 7%)
1ª COTA 2ª COTA 3ª COTA
1 e 2 09.02.2022 09.02.2022 09.03.2022 07.04.2022
3 e 4 15.02.2022 15.02.2022 15.03.2022 13.04.2022
5 e 6 18.02.2022 18.02.2022 18.03.2022 20.04.2022
7 e 8 22.02.2022 22.02.2022 22.03.2022 26.04.2022
9 e 0 24.02.2022 24.02.2022 24.03.2022 29.04.2022

 

CALENDÁRIO

Os contribuintes que optarem pelo pagamento em cota única, até o mês de fevereiro, terão um desconto de 7%. Já os que decidirem pelo parcelamento em até três cotas irão pagar a primeira prestação também em fevereiro e quitar o IPVA nos meses subsequentes, com a última parcela em abril. As datas de vencimento variam de acordo com o número final da placa dos veículos.

Foto: Sérgio Bernardo/ Acervo JC Imagem
Os contribuintes que optarem pelo pagamento em cota única, até o mês de fevereiro, terão um desconto de 7% - Foto: Sérgio Bernardo/ Acervo JC Imagem


Calendário de pagamento do IPVA 2022:

Placas com final 1 e 2

Para veículos com placas que terminam com os números 1 e 2, o limite de pagamento da cota única é até 9 de fevereiro de 2022. Quem desejar parcelar, a 1º cota fica também no dia 9; a 2º fica 9 de março de 2022; e o 3º no dia 7 de abril.

Placas com final 3 e 4

Para veículos com placas com final 3 e 4, o pagamento da cota única estabelecida no dia 15 de fevereiro de 2022. Parcelado, a 1º cota fica no dia 15 de fevereiro; a 2º cota para o dia 15 de março; e o 3º para 13 de abril.

Placas com final 5 e 6

Os veículos com placa final em 5 e 6 o prazo para o pagamento da cota única fica no dia 18 de fevereiro de 2022. Parcelado, a 1º cota também deve ser feito no mesmo dia, 19; 2º cota em 18 de março; e 3º cota em 20 de abril.

Placas com final 7 e 8

Já os veículos com placa final em 7 e 8, o prazo para taxa única é dia 22 de fevereiro de 2022. A 1º cota também fica para dia 23; 2º cota para 23 de março; e a 3º cota para o dia 26 de abril.

Placas com final 9 e 0

O pagamento da cota única, para os veículos com placa final 9 e 0, deve ser feito no dia 24 de fevereiro de 2022. A 1º cota para o mesmo dia, 26; a 2º cota para o dia 30 de março e o terceiro para o dia 29 de abril.

Comentários

Últimas notícias