COLUNA JC SAÚDE E BEM-ESTAR

Operação Quarentena mobiliza 368 policiais e bombeiros por dia em Caruaru e Bezerros

Curva epidêmica da covid-19 em aceleração no Agreste levou o Governo de Pernambuco a decretar restrição do funcionamento das atividades econômicas em ambos os municípios

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 25/06/2020 às 20:46
Notícia
RENATA ARAÚJO/RÁDIO JORNAL CARUARU
Movimentação, nesta semana, na Feira da Sulanca, localizada no Parque 18 de Maio, em Caruaru, Agreste de Pernambuco - FOTO: RENATA ARAÚJO/RÁDIO JORNAL CARUARU
Leitura:

A partir desta sexta-feira (26) até o dia 5 de julho, a população de Caruaru e de Bezerros, no Agreste de Pernambuco, só pode circular para realizar ou buscar serviços essenciais. Para garantir o cumprimento da medida decretada pelo Governo de Pernambuco, as operativas da Secretaria de Defesa Social (SDS) reforçam a fiscalização e orientam a população sobre as medidas sanitárias contra a propagação da covid-19. A população pode denunciar o descumprimento pelo telefone 190. 

Leia também: Além de Caruaru e Bezerros, outras cidades do Agreste poderão ter quarentena rígida

As forças de segurança pública de Pernambuco dão início nesta sexta-feira (26) à Operação Quarentena em ambas as cidades. Diariamente participam do trabalho 274 policiais militares, 64 policiais civis e 30 bombeiros militares para fiscalizar a restrição das atividades econômicas nas duas cidades do Agreste do Estado.

O policiamento está reforçado nas zonas comerciais, feiras, vias de acesso e áreas rurais para garantir o cumprimento de medidas sanitárias decretadas pelo governador Paulo Câmara. Especificamente em Caruaru, a Feira da Sulanca receberá atenção especial da operação para evitar que haja montagem e abertura de bancas. A realização de qualquer comércio no Parque das Feiras está suspensa, pois não se enquadra nos serviços essenciais definidos por decreto estadual. As pessoas só poderão sair de casa se precisarem se abastecer de alimentos em supermercados ou mercados, além de ter acesso a farmácias, padarias, postos de gasolina e atendimento em unidades de saúde. Nessas ocasiões, o uso de máscara é obrigatório.

O objetivo é reduzir o ritmo de contágio pela covid-19 nos municípios, onde ocorreram 71% dos casos de síndrome respiratória aguda grave (srag) no Agreste na última semana. Somente na semana passada, os diagnósticos passaram de 267 para 358. Em Caruaru, a subida foi de 97 para 152 casos. Já em Bezerros, de 27 para 37. 

Estão mobilizados policiais do 4º Batalhão da PMPE, 1º Batalhão Integrado Especializado (1º BIEsp), Regimento de Polícia Montada (RPMon), Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI) e Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv).

O Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE) integra o esforço concentrado com equipes da Operação Choque de Ordem, com foco no comércio. Todas essas forças realizarão a fiscalização do cumprimento das medidas e também apoiarão órgãos parceiros, como os de controle urbano da Prefeitura de Caruaru e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran). As Polícias Civil e Científica incrementaram equipes para os casos de descumprimento que tenham de ser investigados.

Comércio 

Durante dez dias, de 26 de junho a 5 de julho, o comércio ficará fechado em Caruaru e Bezerros, a fim de diminuir a circulação de pessoas. Poderão funcionar apenas as atividades industrial, de construção civil (com metade da capacidade) e de restaurantes, lanchonetes, bares e similares (desde que sirvam apenas como ponto de coleta e/ou entrega). A população pode colaborar denunciando casos de descumprimento, por meio do telefone 190, do Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciods).

"Atuaremos de forma ostensiva nas áreas que tradicionalmente atraem aglomerações nos dois municípios. Não será permitido o funcionamento de lojas com serviços que não são considerados essenciais. Entre as áreas com esse perfil que terão a presença da PMPE intensificada estão Boa Vista, Cohab, Rendeiras, Cedro, São Francisco, Salgado, São João da Escócia, Santa Rosa e Vassoural", reforça o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

Ele diz que, em Bezerros, além do Centro, será aumentado o policiamento em localidades como Gameleira, Cruzeiro, Santo Antônio, Cohab e Loteamento Bairro Novo. "Contamos com a colaboração dos moradores e de todos que circulam nessas áreas para que, nesses dez dias, fiquem em casa e só saiam caso precisem de algum serviço essencial. Nosso objetivo é de orientar e fiscalizar as medidas. Em caso de descumprimento às determinações contidas nos decretos voltados para o combate à pandemia do novo coronavírus, as forças policiais podem autuar por descumprimento do artigo 268, do Código Penal Brasileiro", acrescenta Pádua. 

A SDS tem atuado em parceria com diversos órgãos estaduais e municipais. “Estamos buscando realizar ações integradas com órgãos de defesa do consumidor, da vigilância sanitária, responsáveis por organizar o trânsito, agregando toda essa estrutura de fiscalização à Operação Quarentena, numa conjunção de esforços no combate à pandemia em todo o Estado", complementa o secretário.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias