PANDEMIA

Com número de casos acima de 3 mil, Pernambuco tem novo recorde na média móvel de covid-19

Nesta terça-feira (25), com mais 3.533 infectados, a média móvel chegou a 3.025 - maior número desde março de 2020

Katarina Moraes
Katarina Moraes
Publicado em 25/05/2021 às 12:21
Notícia
TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Agora, Pernambuco totaliza 467.269 casos confirmados da doença, sendo 43.809 graves e 423.460 leves - FOTO: TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Leitura:

Os dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) sobre a pandemia em Pernambuco  apontam que o Estado teve um novo um recorde na média móvel de casos confirmados da covid-19. Na segunda (24), tinha sido reportado que mais 1.368 testes deram positivo, o que elevou o indicativo para 2.953. Agora, nesta terça-feira (25), com mais 3.533 infectados, a média móvel chegou a 3.025 - maior número desde março de 2020.

Pernambuco vem batendo recorde na média móvel de casos desde o dia 21/05, quando atingiu o número de 2.701. Em 22/05, a média móvel subiu em 2.800, em 23/05 alcançou 2.858 e, em 24/05, a média móvel foi para 2.953.

A média móvel é considerada a melhor forma de medir o comportamento da pandemia. Ela contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás. Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indica estabilidade.

Há 11 dias, a tendência é de alta em relação aos casos confirmados em Pernambuco. Nesta terça, com os novos 3.533 infectados, há uma variação de 27% em relação à média móvel de 14 dias atrás. 

Entre os confirmados, 123 (3,5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 3.410 (96,5%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 467.269 casos confirmados da doença, sendo 43.809 graves e 423.460 leves.

Nesta terça também foram confirmados 72 óbitos, ocorridos entre 2 de dezembro de 2020 e essa segunda, 24 de maio de 2021. Com isso, o Estado totaliza 15.465 mortes pela Covid-19. A média móvel de óbitos está em 60, em tendência de estabilidade há dois dias.

Comentários

Últimas notícias