Pandemia

Pernambuco registra primeira morte pela delta, e Recife começa a aplicar 3ª dose em idosos neste sábado

O Estado totaliza 29 casos da variante

Cinthya Leite
Cinthya Leite
Publicado em 10/09/2021 às 23:49
Notícia
MENAHEM KAHANA / AFP
Variante Delta tem se tornado a principal versão do vírus pelo mundo - FOTO: MENAHEM KAHANA / AFP
Leitura:

A Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES) confirmou, na tarde desta sexta-feira (10), a primeira morte provocada pela variante delta no Estado. A informação vem do resultado de mais uma rodada de sequenciamento genético de amostras de pacientes confirmados para a covid-19 feito Instituto Aggeu Magalhães, unidade da Fiocruz em Pernambuco. Das 22 amostras sequenciadas, 15 (68,1%) foram de pacientes infectados com a delta. Em meio ao avanço da variante, o Recife começa a aplicar neste sábado (20) a terceira dose da vacina contra a covid-19 em idosos acima de 70 anos.

Os 14 de pacientes foram provenientes das cidades pernambucanas de Araçoiaba (1), Caruaru (4), Escada (1), Jaboatão dos Guararapes (1), Jataúba (2), Quipapá (1), Recife (3) e Fernando de Noronha (1), além de um paciente de São Paulo/Ubatuba (turista que foi testado e notificado por Fernando de Noronha). Com isso, sobe para 29 o número de pessoas infectadas, no Estado, por essa variante.

O paciente que não resistiu às complicações da covid-19 decorrente da delta foi a óbito no dia 23 de agosto. Ele era morador do Recife, tinha 75 anos e apresentava comorbidades, como diabetes e doença cardiovascular crônica. Além disso, ele fazia uso de marcapasso. Entre os 15 novos casos por delta, ele foi um único que teve quadro grave da covid-19; os demais foram notificados no sistema de informação dos casos leves.

Entre os novos 15 casos da variante delta, sete foram em pessoas do sexo masculino e oito do sexo feminino, com idades entre 11 e 75 anos. As faixas etárias são: 10 a 19 (3), 20 a 29 (3), 30 a 39 (3), 40 a 49 (2), 50 a 59 (2), 60 a 69 (1) e 70 a 79 (1). Os municípios de origem foram orientados a investigar e acompanhar os casos.

Já os outros sete pacientes foram identificados como da linhagem e sublinhagem gama (31,8%). Esses pacientes eram dos municípios de Fernando de Noronha (2), Frei Miguelinho (3) e Paulista (1), além de 1 do Rio Grande do Norte/Mossoró. Todas as coletas dos materiais biológicos para esta rodada de sequenciamento genético.

Além dos 15 novos casos registrados, quatro foram confirmados, no último dia 2, de pacientes provenientes das cidades de Olinda (1), Ipojuca (1), Caruaru (1) e Araripina (1). No dia 27 de agosto, foram confirmados oito casos da variante em pessoas residentes dos municípios do Recife (5), Olinda (1), Cabo de Santo Agostinho (1) e Exu (1). Antes disso, no dia 18 de agosto, foram confirmadas duas amostras com a cepa originária da Índia, de pessoas residentes de Abreu e Lima (1) e Olinda (1), que adoeceram em julho.

Segundo a SES, esse relatório de circulação de linhagens, divulgado ontem, difere dos anteriores pelo fato de as amostras analisadas já terem algum tipo de suspeita para a variante delta, sendo esse o critério de seleção.

Terceira dose no Recife

Após iniciar a aplicação da dose de reforço da vacina contra covid-19 em idosos que vivem em instituições de longa permanência (ILP), o Recife começa a imunizar com a terceira dose, a partir deste sábado (11), as pessoas com 70 anos ou mais que completaram o esquema vacinal há, pelo menos, seis meses. O agendamento começou nesta sexta-feira (10) pelo Conecta Recife.

“A gente segue avançando na vacinação aqui no Recife, e agora estamos abrindo um novo grupo para vacinação, com a dose de reforço. Pessoas com 70 anos ou mais, que tenham tomado a segunda dose da vacina, há pelo menos seis meses, poderão fazer o agendamento a partir das 20h de hoje (10) e a vacinação já começa amanhã (11)”, informou João Campos. “A gente segue avançando, alcançando marcas importantes na vacinação no Recife e garantindo a saúde de todos e todas. Vamos lembrar que todos os cuidados permanecem para a gente poder vencer logo a pandemia”, reforçou o prefeito.

Ao todo, 15.636 pessoas fazem parte do grupo a partir dos 70 anos contemplado com a terceira dose no Recife. O público apto a receber essa aplicação de reforço deverá realizar o agendamento por meio do site ou aplicativo do Conecta Recife, assim como as doses anteriores, e levar no dia escolhido o documento de identificação, além de um comprovante de que já completou o ciclo vacinal, a fim de agilizar o atendimento. Será válido tanto o cartão de vacinação como o Certificado Digital de Vacinação, disponível no Conecta Recife.

Conforme orientação do Ministério da Saúde, a dose de reforço será feita preferencialmente com o imunizante da Pfizer, independentemente da vacina aplicada na primeira e segunda doses. A combinação das vacinas é recomendada pelo órgão federal após estudos, aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), comprovarem que a resposta imunológica contra a covid-19 não é comprometida pela intercambialidade dos imunizantes.

Balanço

Nesta sexta a SES confirmou 941 casos da covid-19. Entre eles, 30 (3%) são casos de síndrome respiratória aguda grave (srag) e 911 (97%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 612.680 casos de pessoas que já foram infectadas pelo coronavírus, sendo 53.599 graves e 559.081 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha. Além disso, o boletim epidemiológico de ontem registrou um total de 547.774 pacientes recuperados da doença. Destes, 31.941 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 515.833 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 14 novos óbitos (7 homens e 7 mulheres), ocorridos entre os dias 15 de abril e 9 de setembro deste ano. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Araripina (2), Camutanga (1), Custódia (1), Goiana (1), Itaquitinga (1), Jaboatão dos Guararapes (1), João Alfredo (1), Recife (3), Santa Cruz da Baixa Verde (1), Serra Talhada (1) e Vitória de Santo Antão (1). Com isso, o Estado totaliza 19.511 mortes pela doença.

Segundo a SES, o cenário epidemiológico da covid-19 em Pernambuco é atualmente de estabilidade nos indicadores da doença (casos, mortes e taxas de ocupação de leitos). Ainda assim, todas as medidas preventivas devem ser mantidas, como o uso da máscara, a higienização das mãos e o distanciamento social.

Em relação à imunização contra a covid-19, Pernambuco já aplicou 8.664.986 doses de vacinas, desde o início da campanha no Estado, em janeiro. Com relação às primeiras doses, foram 5.876.384 aplicações (cobertura de 70,7%). Desse total, 2.788.602 pernambucanos (33,55%) já completaram seus esquemas vacinais, sendo 2.615.611 pessoas que foram vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outros 172.991 pernambucanos que foram contemplados com vacina aplicada em dose única.

 

Comentários

Últimas notícias