NORDESTE

Paraíba terá três novos resorts e um parque aquático em Cabo Branco

Serão investidos R$ 500 milhões no Polo Turístico, que tem perspectiva de gerar quase 10 mil empregos diretos e indiretos

Mona Lisa Dourado
Mona Lisa Dourado
Publicado em 16/10/2020 às 14:10
Notícia

DIVULGAÇÃO
Ocean Palace Jampa Eco Beach Resort ocupará 43,8 mil m2 - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

Conteúdo atualizado às 17h48 de 16 de outubro de 2020

A retomada do turismo no Nordeste do Brasil é marcada por novos investimentos, represados por causa da pandemia da covid-19.   

No mesmo dia em que a Gramado Parks lançou a pedra fundamental de um complexo turístico na Praia dos Carneiros, no Litoral Sul de Pernambuco, o Polo do Cabo Branco, na Paraíba, também deu os seus primeiros passos para sair do papel.

No Litoral Sul do Estado vizinho, serão construídos três resorts e um parque aquático com 240 mil metros quadrados de área. A principal atração é uma piscina de ondas de 200 metros de diâmetro e 31 mil m2 de superfície (o equivalente a 25 piscinas olímpicas), com capacidade para produzir 24 ondas por minuto de até 2,4 metros. Uma escola de surf do capitaneada pelo campeão espanhol David Capi Garcia também faz parte do projeto. 

DIVULGAÇÃO
Grupo costura atração de Campeonato Mundial de Surf - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Academia, pista de skate, estacionamento, posto médico e anfiteatro completam a estrutura - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Também haverá jardim de infância, centro de idosos e discoteca ao ar livre - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Estrutura contempla área gastronômica e bares, além de praça comercial - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Piscinas de todos os tamanhos e formatos estão previstas - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Equipamento pretende atrair cerca de 1,5 milhão de pessoas a João Pessoa por ano - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Complexo contará com escola de surf - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Empresa é responsável por alguns dos parques aquáticos mais modernos do mundo - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Obras devem ser iniciadas em seis meses - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Abertura está previstra para o fim de 2023 - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Surf World Park é um investimento do grupo espanhol Ingeparks - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Complexo fica à beira-mar de Cabo Branco - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Terraço ao ar livre tem vista privilegiada - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Ventilação natural é um dos trunfos do projeto - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Quartos são clean, privilegiando iluminação natural - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Arquitetura vertical sugere mimetização com a vegetação local - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Adaptação ao cenário natural é palavra de ordem - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Projeto prevê diversas variações possíveis de composição - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Estrutura se integra à natureza - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Sustentabilidade é a marca do projeto - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Amado Bio & Spa Hotel terá 240 unidades - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Empreedimento contará com 405 apartamentos e complexo de piscinas - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Ocean Palace Jampa Eco Beach Resort é um dos três hotéis que devem inaugurar até o fim de 2022 - DIVULGAÇÃO

Os investimentos somados superam os R$ 500 milhões e a perspectiva é gerar quase 10 mil empregos diretos e indiretos, sendo 4.610 na construção e 4.600 na operação. 

Os empreendimentos são o Surf World Park, Amado Bio & Spa Hotel e Ocean Palace Jampa Eco Beach Resort (nome provisório), todos voltados ao segmento de luxo.

As obras devem ser iniciadas em seis meses, período destinado à concretização dos projetos. A previsão de início de operação dos equipamentos é de até dois anos.

Com a inauguração dos empreendimentos, estima-se um aumento de 12% na capacidade hoteleira da Paraíba, um incremento de 1.491 novos leitos. O governo do Estado também espera atrair 1,5 milhão a mais de turistas por ano, que se somarão ao 1,2 milhão que a Paraíba costuma receber.

O impacto sobre a movimentação econômica previsto inicialmente é de R$ 1,2 bilhão. Mas pode ser maior caso outras ideias se realizem. O grupo de empreendedores responsável pelo projeto trabalha, por exemplo, na captação de uma das etapas do Campeonato Mundial de Surf para João Pessoa, a ser realizado na praia natural que faz parte do parque aquático.

Há conversas, ainda, com uma companhia aérea espanhola, no sentido de atrair um voo direto da Espanha para a Paraíba.


POLO DO CABO BRANCO

Projeto idealizado há 30 anos, o Polo Turístico do Cabo Branco compreende uma área total de mais de 600 hectares, sendo 578 ha da reserva natural Parque das Trilhas. Desde 2017, o espaço já dispõe de um centro de convenções com capacidade para cerca de 20 mil pessoas e teatro para 3 mil espectadores. "Foi o primeiro equipamento. Com ele, começamos o trabalho de atração de novos empreendimentos", conta o diretor presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Rômulo Polari.

Segundo o gestor, só foi possível tirar o polo do papel através de uma lei (10.781) e um decreto (37.192) de 2016, que devolveram a área ao Estado após uma tentativa mal sucedida de implantação em 1988. "O problema naquela época foi não existir um rigor maior na análise das empresas que entrariam no projeto e que, depois, mostraram não ter condições de mantê-lo", explica. 

Polari diz que agora o momento é outro e que os requisitos são bem mais rigorosos. "Avaliamos o balanço da empresa, para analisar sua capacidade financeira para o investimento, assim como exigimos um projeto de arquitetura, que deve contemplar uma matriz energética renovável, entre outros aspectos. Também definimos o cronograma da obra. Quem consegue antecipar ganha pontos", detalha. 

Em contrapartida, as empresas recebem subsídios de até 97% para aquisição dos terrenos. Toda a infraestrutura básica de energia, água, fibra ótica e acessos também são oferecidas pelo Estado. "Nosso objetivo é atrair investimentos e gerar benefício econômico para todo o Estado. O polo está localizado próximo à malha urbana de João Pessoa, a pouco mais de cinco quilômetros da orla marítima, o que é um diferencial", justifica. 
 
O complexo conta com 19 lotes para implantação hotéis, três deles já transferidos para os empreendimentos anunciados nesta quinta-feira (15), além de cinco para o setor de animação, dez para comércio e serviços e um para eventos. Em 160 mil m2 também haverá a instalação de um grande shopping center a céu aberto.

No prazo máximo 10 anos, o governo da Paraíba estima ter o polo em funcionamento pleno.  

O próximo edital será lançado em 30 dias para a captação de novos equipamentos.

CONHEÇA OS PROJETOS

Surf World Park

É um investimento dos grupos Ingeparks e Viavox, que pretendem levar para a Paraíba os mais modernos equipamentos de parques aquáticos utilizados no mundo. A abertura está prevista para o final de 2023. No complexo, haverá uma escola internacional de surf.


Ocean Palace Jampa Eco Beach Resort

O resort pertence a uma empresa familiar do Rio Grande do Norte, proprietária do Ocean Palace, na Via Costeira de Natal (RN). O empreendimento no Polo Turístico Cabo Branco ocupará uma área de 43,8 mil m², onde serão instalados 405 apartamentos, complexo de piscinas em formato de raia, quadras esportivas, spa, Centro de Convenções e academia, entre outros atrativos. Todo o complexo terá sistema de energia renovável, com utilização de placas fotovoltaicas.


Amado Bio & Spa Hotel

O Amado Bio & Spa Hotel terá uma capacidade de 240 unidades e tem sua concepção baseada na sustentabilidade e adaptabilidade à natureza. O projeto prevê diversas variações possíveis de composição, adequando a arquitetura à vegetação existente no local.

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias