Inspira, expira!

Respirar corretamente melhora a prática do exercício físico; entenda os benefícios

Mais resistência muscular e melhora no sono são benefícios

Marília Banholzer
Marília Banholzer
Publicado em 12/09/2021 às 8:00
Notícia
FREEPIK
Não existe regra de como deve ser a melhor respiração, se pela boca ou pelo nariz - FOTO: FREEPIK
Leitura:

Puxa pelo nariz, solta pela boca. Esqueça essa máxima sobre a respiração. Não existe jeito certo ou errado de respirar. O importante é encher os pulmões de ar, principalmente quando se está praticando exercícios físicos. Fôlego, algo tão falado em tempos de covid-19, se tornou uma das principais preocupações de quem pratica alguma atividade física. Mas um erro muito comum entre os praticantes é não dar atenção à maneira correta de respirar, principalmente por ser algo natural e, com isso, um ato involuntário.

No entanto, respirar corretamente durante o exercício tem seus benefícios. Em linhas gerais, o corpo precisa de uma demanda maior ventilatória, especialmente nos exercícios de alta intensidade. Uma respiração eficiente é fundamental para oxigenar o corpo e levar nutrientes para as células. Para isso, não importante se o ar entra pelo nariz ou pela boca, segundo explica o fisiologista Cláudio Barnabé.

No entanto, o especialista alerta que inspirar pelo nariz, geralmente, é melhor, porque o ar pode ser filtrado pelos cílios das narinas. Caso não respire adequadamente, dores diafragmáticas (abaixo do pulmão), desconfortos ou até mesmo desmaios, devido à hiperventilação, poderão acontecer nos treinos. "A boa respiração é aquela que fornece a maior quantidade de ar para os pulmões e isso varia de pessoa para pessoa. Pessoas com maior capacidade cardiorrespiratória tem maior ventilação e vice-versa", define Barnabé.

A boa respiração, além de garantir mais fôlego nos treinos, ajuda na melhor qualidade do sono. O fisiologista alerta que a entrada de ar nos pulmões não causa qualquer alteração no metabolismo, como ajudar a emagrecer ou na hipertrofia, mas garante que pode garantir um menor estresse do sistema nervoso. "Existem técnicas de respiração que treinam o sistema nervoso autônomo parassimpático e promove uma desaceleração do metabolismo, diminuindo a liberação de hormônios e neurotransmissores estressantes, como a noradrenalina, a adrenalina, cortisol. Então, esse seria o principal benefício de uma respiração adequada", explica Cláudio Barnabé.

Além disso, quando você consegue ventilar bem, isso potencializa a captação de oxigênio pelo nosso organismo e auxilia na desaceleração do batimento cardíaco, diminuindo a pressão arterial e a fadiga muscular. "Para 96% da população o indicado é a respiração de forma livre, mas para maior captação de oxigênio o sistema cardiovascular precisa ser treinado, e isso geralmente ocorre por meio de atividades aeróbias como natação, corrida, ciclismo, etc", pontua Barnabé.

Não respiro bem. Devo procurar um médico?

O especialista orienta ainda que as pessoas que sentem algum tipo de dificuldade de respiração por questões mecânicas, como desvio de septo ou hipertrofia dos cornetos precisam procurar um médico especialista, como um otorrinolaringologista, para corrigir o caminho de passagem do ar. No entanto, outra questão são os praticantes de exercícios que estão sentindo dificuldade de respirar após a covid-19, por exemplo. Para essas pessoas o mais indicado é retornar às atividades físicas de forma mais branda e ir reconstruindo a capacidade respiratória.

"Muitas das pessoas que tiveram covid estão sendo acometidas por uma síndrome que acarreta a diminuição da capacidade de captação de oxigênio. Para essas pessoas o recomendado é fazer exercícios em treinos de leve a moderado, e de baixa frequência, de três a quatros vezes por semana, de 20 a 30 minutos por dia, aí essa pessoa vai se recuperando", pontua Cláudio Barnabé. 

Confira algumas proposta de respiração em algumas modalidades:

- em corridas de longa duração, inale o máximo de ar que conseguir, segure por um segundo e solte-o lentamente, com isso, obtendo mais disposição para prosseguir na atividade;

- na musculação, a expiração deve ser feita pela boca na hora do esforço, e a inspiração, pelo nariz, no momento do descanso ou no retorno do movimento;

- na caminhada, inspire profundamente pelo nariz e solte o ar, com a mesma tranquilidade, pela boca. Dessa forma, a respiração vai ajudar o seu corpo a ficar relaxado, proporcionando maior conforto durante o exercício.

Comentários

Últimas notícias