Escolha difícil

Correr ou caminhar? O que é melhor para cada tipo de objetivo nos exercícios

Perda de peso, risco de lesões, melhoria do sono, alimentação são alguns pontos a serem observados

Marília Banholzer
Marília Banholzer
Publicado em 05/09/2021 às 8:00
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Escolha entre caminhar ou correr vai depender do objetivo final do atleta - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Correr ou caminhar? Eis a questão. Quando o assunto é praticar um exercício para perder peso, essas duas opções são as mais lembradas. Seria um pouco óbvio dizer que ao correr uma pessoa gasta mais calorias, logo, emagrece mais rápido. Mas "correr errado" pode significar, na verdade, ganho de peso e isso não é um fenômeno raro. Sendo assim, para escolher uma das duas práticas é preciso estar atento a alguns fatores que podem determinar qual o melhor treino de acordo com o seu objetivo.

Via de regra, para emagrecer, é preciso gastar mais caloria do que se ingere. Logo, uma dieta balanceada é sua maior aliada nesse processo. Aliar um exercício físico é um segundo passo, que deve ser dado, praticamente, de forma simultânea.

No entanto, se você está sedentário, não adianta sair correndo por aí. Os riscos de lesões são grandes, e isso deve atrapar seus planos. Neste caso, o indicado é começar caminhando e depois evoluir para um trote lento, para só depois engrenar numa corrida.

De acordo com o fisiologista Cláudio Barnabé, caminhadas ou corridas são atividades aeróbicas, "e a gordura do seu corpo é a fonte energética". "Caminhar tem infinitos benefícios e rara contraindicações, é muito difícil alguém se lesionar caminhando. Correr, no entanto, a depender da intensidade, atrapalha no emagrecimento e até pode construir mais gordura", observa o especialista.

Foto: Intagram Selfit/Reprodução
Correr emagrece mais rápido do que caminhar por causa da intensidade do exercício - Foto: Intagram Selfit/Reprodução

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma pessoa adulta deve dar pelo menos 10 mil passos por dia (de domingo a domingo) para ser considerada fisicamente ativa. Mas o ritmo das passadas é quem vai definir a diferença na caminhada de alguém que foi à padaria ou ao supermercado e um treino para queimar calorias.

De maneira geral para emagrecer com caminhada é importante atingir pelo menos um nível cardíaco de intensidade moderada, que aumenta a sua frequência normal de 50% até 70% da sua frequência cardíaca máxima. Assim, a prática estará sim entre os exercícios para emagrecer. "A caminhada é algo natural para o nosso corpo. Caminhada faz os músculos se movimentarem com uma regularidade e secretam miocinas anti-inflamatórias que combatem as inflamações no nosso organismo que são causadas pelo sono ruim, alimentação inadequada e estresse", analisa Cláudio Barnabé.

O fisiologista complementa: "A corrida é eficiente na perda de peso, mas é preciso cuidado. Essa prática exige muito das articulações, de atenção ao tipo de calçado e até do terreno. Estando atento a isso, nos resta saber que correr é mais intenso, logo exige mais gasto calórico". Para se ter noção, uma corrida de uma hora de duração queima, em média, cerca de 900 calorias. Esse valor varia bastante de acordo com alguns fatores, como peso, sexo, intensidade da atividade, entre outros.

No caso do ganho de peso para quem corre, geralmente, está relacionado à dieta. Algumas pessoas correm distância e tempos menores do que o adequado para queimar as calorias ingeridas, até porque correr dá fome no pós-treino.

Mas existe outro ganho de peso para os praticantes de corrida, mas é esse um bom resultado dos treinos: o ganho de massa muscular. O músculo é mais pesado que a gordura, isso explica por que as números podem ter subido. Mesmo que você provavelmente tenha perdido alguns centímetros em volta da cintura e ganhado força.

Benefícios da corrida

- Perda de peso
- Endorfina nas alturas
- Melhores noites de sono
- Desenvolvimento muscular

 Benefícios da caminhada

- Coração mais forte
- Ossos mais resistentes
- Melhora do condicionamento físico (menos lesões)
- Imunidade em alta

Comentários

Últimas notícias