BENEFÍCIO

Inscrições para o auxílio emergencial junino de Pernambuco começam nesta segunda-feira (21)

O benefício, destinado aos artistas e grupos culturais afetados pelo cancelamento do São João, será pago em parcela única e irá variar entre R$ 3 mil e R$ 15 mil

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 20/06/2021 às 16:52
Notícia
JORGE FARIAS/DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE CARUARU
Público lota o Pátio do Forró, em Caruaru - FOTO: JORGE FARIAS/DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE CARUARU
Leitura:

Terão início, nesta segunda-feira (21), as inscrições para o Auxílio Emergencial Ciclo Junino pago pelo Governo de Pernambuco. O benefício será destinado aos artistas e grupos culturais afetados pelo cancelamento do São João. O prazo se encerra às 18h do dia 9 de julho.

As inscrições devem ser realizadas na plataforma Prosas. Antes, é necessário criar uma conta no site como 'Empreendedor' e preencher informações como nome, endereço, CPF, e-mail, telefone para contato, foto de identificação, e mini currículo.

O investimento será de R$ 3,2 milhões, beneficiando mais de 5 mil pessoas que foram contratadas pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e/ou Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) nos Ciclos Juninos de 2018 e 2019.

Os valores dos auxílios, pagos em parcela única no dia 30 de julho, irão variar entre R$ 3 mil (piso) e R$ 15 mil (teto), e corresponderão 60% do último cachê recebido pelo artista ou grupo cultural nos Ciclos Juninos de 2018 e/ou 2019.  O edital completo está disponível aqui. 

"Este auxílio traz um amparo a diversos profissionais da cultura, considerando que os artistas e grupos culturais que atuam no Ciclo Junino do Estado estão impedidos de participar de quaisquer eventos por conta das medidas restritivas adotadas em decorrência da pandemia", comentou o secretário Estadual de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto. 

Dentre as atrações artísticas estão: quadrilhas juninas, cirandas, grupos de coco, xaxado, bacamarteiros, bois, trios de forró-pé-de-serra, bandas de forró e artistas solo.

"Fizemos um levantamento para garantir que todos os artistas e grupos que integraram pelo menos uma das nossas grades de contratação em 2018 e 2019 tivessem direito ao benefício. São profissionais que têm neste período do Ciclo Junino seu ápice para apresentações artísticas, possibilitando uma enorme contribuição para manutenção e sustento de seus grupos e bandas em outros períodos do ano", disse o secretário Estadual de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto.

Comentários

Últimas notícias