adeus

Marília Mendonça deixa o filho Léo, de 1 ano e 10 meses

Cantora morreu em acidente aéreo em Minas Gerais na tarde desta sexta-feira (5)

Bruna Oliveira Emannuel Bento
Cadastrado por
Bruna Oliveira
Emannuel Bento
Publicado em 05/11/2021 às 20:00 | Atualizado em 05/11/2021 às 22:40
REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Marília Mendonça acompanhada de seu filho Léo, que fará 2 anos em dezembro - FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Leitura:

O acidente aéreo que vitimou de forma fatal a cantora Marília Mendonça, de 26 anos, na tarde desta sexta-feira (5), deixou o Brasil de luto. Mas, além de deixar milhares de fãs pelo País, a cantora também se despediu precocemente do filho Léo, de apenas 1 ano e 10 meses, fruto de um relacionamento com o músico Murilo Huff.

Marília deu à luz ao pequeno no dia 16 de dezembro de 2019. Na época, a cantora fez uma publicação no Instagram desejando boas-vindas ao filho. "Seja bem-vindo, Léo", escreveu a artista.

O menino estava acompanhado do pai quando o avião em que a cantora estava caiu no município de Piedade de Caratinga, no interior de Minas Gerais. Além dela, morreram também o produtor Henrique Ribeiro, o assessor Abicieli Silveira Dias Filho (tio da cantora), o piloto e o co-pilto do avião, que ainda não tiveram suas identidades reveladas.

No Instagram, Marília fazia questão de registrar momentos com o filho. No dia 14 de maio deste ano, ela compartilhou com os seguidores o momento em que apresentou Leo ao palco. Nas imagens, é possível ver a artista tocando e cantando na companhia da criança.

"Hoje ele conheceu com quem divide meu amor: a música, o palco, a arte. E olha, te digo que fizeram amizade, viu? Acho que não vai rolar ciúmes! Te amo, meu Léo", escreveu na legenda do vídeo.

Acidente

Dona de grande sucessos da música sertaneja, a cantora Marília Mendonça, de 26 anos, teve morte foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

"Nesta nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais", disse a nota.

Embora a assessoria da cantora tenha confirmado que ela havia sido resgatada juntamente com um assessor, o piloto e o copiloto, o Corpo de Bombeiros foi cauteloso e divulgou os óbitos ao longo da tarde, confirmando a tragédia em torno das 17h30. Morreram também o produtor Henrique Ribeiro, o assessor Abicieli Silveira Dias Filho (tio da cantora), o piloto e o co-pilto do avião, que ainda não tiveram suas identidades reveladas.

Após a corporação confirmar a morte da artista, a assessoria da cantora divulgou nota informando a morte de todos que estavam na aeronave. "Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e copiloto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria uma apresentação esta noite. De momento, são estas as informações que temos", disse texto.

O acidente ocorreu na BR 474, próximo à Pousada Rodrigo Godinho, na Zona Rural de Piedade de Caratinga. O socorro foi pedido por volta de 15h30. A cantora estava indo para um show em Caratinga, município vizinho. Antes de embarcar, fez um vídeo em que aparece entrando no avião e publicou nas redes.

A aeronave era um bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, com capacidade para seis passageiros. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) afirmou que documentação estava em dia e que ela tinha permissão para fazer táxi aéreo.


Comentários

Últimas notícias