Luto

Marília Mendonça, a rainha da sofrência: conheça mais sobre o estilo

A cantora teve um lindo sucesso com a sua carreira na sofrência

Ana Anjos
Ana Anjos
Publicado em 05/11/2021 às 18:39 | Atualizado em 05/11/2021 às 21:51
Reprodução / Instagram
Marília Mendonça - FOTO: Reprodução / Instagram
Leitura:

Marília Mendonça partiu nesta sexta-feira (5), após um acidente de avião em Minas Gerais. A cantora teve um lindo sucesso com suas músicas que fez muita gente chorar. Isso porque veio de um principal motivo: a sofrência. 

Esse estilo ficou bem conhecido na voz de Marilia Mendonça, mas surgiu muito antes, portanto, não se sabe a origem da palavra. O que sabe é que a sofrência é um derivado do sertanejo e pode ser associada a junção de sofrimento e carência. Só de saber como pode ter sido criada, já dói, imagina as letras com o gênero.

Na década de 70, com duplas sertanejas como Leandro e Leonardo, Chitãozinho e Xororó, entre outras, foram criadas diversas músicas nesse gênero. Mesmo com o estouro desse estilo naqueles anos, ele foi desaparecendo aos poucos.

Mas, Pablo do Arrocha chegou para mudar o sumiço do gênero. Com os lançamentos 'Fui Fiel' e 'Homem Não Chora', a sofrência voltou ao mercado musical. No geral, as letras mostram histórias de amor, que não acabou bem, ou até pessoas que sofrem com ex.

No mundo feminino foi um pouco diferente. E quem mudou o rumo foi a nossa Rainha da Sofrência, Marilia Mendonça. Com o som 'Supera', sendo uma das mais ouvidas, o primeiro impulso para que as mulheres entrassem nesse mundo do sertanejo foi criado. 

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias