SJDH

Você é idoso? Confira orientações para desviar de golpes e outras violências financeiras

Entre março e novembro de 2020, período pandêmico, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) de Pernambuco recebeu 238 casos de denúncias de violências financeiras contra os idosos

JC
JC
Publicado em 09/12/2020 às 14:48
Notícia

AFP
Os golpes registrados foram causados tanto no ambiente intrafamiliar, pela própria família, quanto no extrafamiliar - FOTO: AFP
Leitura:

Com o objetivo de reafirmar os direitos da população idosa, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) de Pernambuco divulgou uma série de medidas importantes para evitar violações contra esse público. Entre março e novembro de 2020, período pandêmico, a pasta recebeu 238 casos de denúncias de violências financeiras contra os idosos através do Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa (CIAPPI) e da sua ouvidoria. 

Os golpes registrados foram causados tanto no ambiente intrafamiliar, pela própria família, quanto no extrafamiliar, por instituições financeiras, lojas de departamentos ou de forma virtual, por golpistas.

Em casos extrafamiliares, o Ciappi recomenda não passar o CPF por telefone; não entregar cartões de benefício ou de crédito a qualquer pessoa; em caso de dúvidas, dirigir-se diretamente ao banco, de preferência com um familiar de confiança; não clicar em links enviados por mensagens no celular ou em algum aplicativo de bate-papo; em lojas de departamento, ter cuidado com propostas de vendedores para fazer cartões ou empréstimos; não assinar nenhum documento sem ler todo o conteúdo.

Já em situações de violência financeira intrafamiliar, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, reforça que “neste tipo de violência, os parentes devem estar atentos ao cuidado com o idoso, tendo em vista que o dinheiro é da pessoa idosa e para a pessoa idosa. Devendo ser destinados à compra de alimentos, medicamentos e materiais de higiene, entre outros itens. E ao primeiro sinal deste tipo de violência o familiar, é fundamental denunciar e retirar o idoso ou a idosa desse ambiente violador”.

Como denunciar

Denúncias de violações contra idosos e idosas podem ser feitas de forma anônima, com todo o sigilo resguardado, pelo telefone (81) 3182-7649 ou pelo e-mail ciappi2016@gmail.com, no horário das 9h às 16h.

Comentários

Últimas notícias