Pernambuco

Covid-19: Comerciantes de Porto de Galinhas organizam protesto contra o fechamento das praias

Fechamento das praias faz parte de um pacote de ações anunciado na segunda-feira (1º) pelo governador Paulo Câmara para tentar barrar a escalada do coronavírus no Estado

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 02/03/2021 às 18:23
Notícia

Day Santos/Jc Imagem
Manifestação está marcada para as 8h - FOTO: Day Santos/Jc Imagem
Leitura:

Impedidos de trabalhar nos próximos dois finais de semana por conta das novas restrições para conter o avanço da covid-19 em Pernambuco, comerciantes de Porto de Galinhas, em Ipojuca, estão convocando um protesto para a manhã desta quarta-feira (3), quando as normas entram em vigor. De acordo com o novo decreto assinado pelo governador Paulo Câmara (PSB), até o dia 17 de março, praias, clubes sociais e parques do Estado serão fechados nos finais de semana. Nas praias, só estarão liberadas atividades esportivas individuais no período.

A manifestação, que está sendo divulgada nas redes sociais, deve ocorrer na frente do Posto Ipiranga de Porto de Galinhas, a partir das 8h. Os organizadores pedem que os manifestantes compareçam ao local de máscara e com cartazes, de preferência colocando em destaque a hashtag #portonaopodeparar.

>> Pernambuco faz novas restrições e proíbe atividades não essenciais das 20h às 5h. Praias serão fechadas no fim de semana

>> Praias de Pernambuco estarão fechadas nos finais de semana; exceção é para prática de atividades esportivas individuais

>> Secretários de Saúde defendem toque de recolher nacional

>> Shoppings, bares e restaurantes de Pernambuco anunciam reforço nos protocolos anticovid, mas cobram ação do governo

>> Impedidos de trabalhar nas praias nos finais de semana, barraqueiros do Recife cobram apoio do governo

Em entrevista ao JC na última segunda-feira (1º), o presidente da Associação de Barraqueiros da Orla de Boa Viagem, Severino da Silva Duda, não descartou a realização de protestos semelhantes no Recife. "Se a situação já estava difícil, agora é que vai piorar, porque essas pessoas (barraqueiros) dependem da renda da praia. Eu vou tentar falar com o secretário e se ele não atender, essa semana mesmo nós vamos voltar a protestar", afirmou, na ocasião.

A covid-19 em PE

Segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde nesta terça-feira (2), Pernambuco registrou novos 1.330 casos de covid-19. De acordo com a pasta, 64 (5%) dos casos confirmados são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e os outros 1,266 (95%) são leves. Constam 23 novas mortes em decorrência da enfermidade no comunicado de hoje.

Conforme os dados divulgados pela SES, a taxa de ocupação de leitos de UTI no Estado na segunda-feira chegou a 93% na rede pública. Na rede privada, esse percentual era de 89%.

Comentários

Últimas notícias