INFLAÇÃO

Preço médio da gasolina sobe 8,1% no Nordeste após alta anunciada e é o mais caro do País

Pesquisa da Ticket Log registrou preços da gasolina, etanol e diesel nos primeiros dias do mês março. Veja os estados onde o combustível é mais barato

Edilson Vieira
Edilson Vieira
Publicado em 23/03/2022 às 15:31
YACY RIBEIRO/ Arquivo JC IMAGEM
Após o reajuste a gasolina foi comercializada por R$ 7,620, em média, nos postos da Região - FOTO: YACY RIBEIRO/ Arquivo JC IMAGEM
Leitura:

O mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log apontou que a gasolina da Região Nordeste foi comercializada pelo preço médio mais caro do País nos primeiros dias de março. Antes do reajuste nacional no preço dos combustíveis, anunciado no último dia 10 de março, a gasolina vinha sendo distribuída R$ 7,051 nos postos da Região. Após a alta, o combustível passou a ser comercializado a R$ 7,620, representando um aumento de 8,1%.

No balanço regional, a gasolina mais cara do País foi encontrada na Bahia, a R$ 7,570. O aumento registrado no preço médio do combustível, quando comparado ao mês anterior, é de 7,70%. Em contrapartida, na Paraíba, o litro do combustível apresentou o preço médio mais baixo entre os estados da Região (R$ 6,643).

ETANOL

Já o etanol mais caro do Nordeste foi comercializado nos postos de abastecimento do Maranhão, a R$ 5,863, apesar do recuo de 1,05% quando comparado a fevereiro. A Paraíba apresentou o mesmo cenário da gasolina para o etanol. O combustível foi encontrado pelo menor preço médio nas bombas do Estado, a R$ 5,073.

O diesel e o diesel S-10 também foram encontrados pelo maior preço médio nos postos baianos, a R$ 6,715 e R$ 6,849 respectivamente. Quando comparados ao mês anterior, os combustíveis apresentaram alta de 12,76% e 13,13%. Já na Paraíba e em Pernambuco, o cenário registrado foi o inverso. O tipo comum foi distribuído pelo menor preço médio nos postos pernambucanos, R$ 5,805. Já o tipo S-10 foi encontrado a R$ 5,891 nas bombas paraibanas.

No balanço nacional, os combustíveis apresentaram um crescimento de 15,2% e 14,2%, respectivamente, após o reajuste. No início do mês, o diesel comum vinha sendo comercializado a R$ 6,136 e saltou para R$ 7,072. Já o diesel S-10 foi de R$ 6,194 para R$ 7,075.

NACIONAL

“O mais recente reajuste nacional contribuiu ainda mais para a disparada nos preços comercializados no Nordeste e a Bahia registrou o maior aumento do País para todos os combustíveis. Apesar do cenário, quando a comparamos ao etanol, o combustível é a opção mais vantajosa para os motoristas que abastecem em todos os estados da Região nos primeiros dias de março, com ressalva para a Bahia”, aponta Douglas Pina, chefe de mercado urbano da Edenred Brasil.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados da Ticket Log, onde são bastecidos cerca de 1 milhão de veículos ao todo, com uma média de oito transações por segundo. A Ticket Log é uma marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil. 

Comentários

Últimas notícias