Esportes

Rússia é excluída por dois anos das grandes competições esportivas mundiais

O motivo da exclusão se dá pela violação das regras de antidoping por parte da Rússia

AFP
AFP
Publicado em 17/12/2020 às 15:20
Notícia

AFP
Jogos Olímpicos de Tóquio estão confirmados para 2021 - FOTO: AFP
Leitura:

A Rússia será excluída por dois anos das grandes competições esportivas mundiais por ter violado as regras do antidoping, o que significa que não participará como nação dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021, nem dos Jogos de Inverno de Pequim-2021 - anunciou a Corte Arbitral do Esporte (CAS).

Os três árbitros designados pela CAS reduziram à metade a punição proposta no ano passado pela Agência Mundial Antidoping (Wada), que pediu quatro anos de suspensão, mas com a possibilidade de que os atletas russos que nunca foram flagrados por doping possam participar das competições com uma bandeira neutra.

A Rússia poderá retornar nos Jogos de Paris-2024.

Fundada em 1999 após o escândalo Festina no ciclismo, a Wada realizou um grande esforço na investigação e viu sua credibilidade em jogo em um momento em que Estados Unidos ameaçaram cortar a ajuda e adotaram uma lei que permite liderar sua própria cruzada mundial contra o doping.

Por último, o Comitê Olímpico Internacional (COI) e as Federações esperavam diretivas claras da CAS, a sete meses dos Jogos de Tóquio, para evitar a incerteza e as confusões dos últimos anos no caso russo.

Pouco antes dos Jogos do Rio em 2016, a Wada recomendou uma exclusão dos atletas russos, que foi rejeitada pelo COI. E, a poucos dias do início dos Jogos de Inverno de Pyeongchang em 2018, a CAS anulou a suspensão de 28 atletas russos punidos pelo COI.

Comentários

Últimas notícias