Faz parte do futebol

'Sei que convites vão aparecer para os atletas saírem' diz técnico do Santa Cruz sobre propostas

Itamar Schulle ressaltou que vê situação com naturalidade, mas afirmou que grupo está comprometido com o projeto do clube

Klisman Gama
Klisman Gama
Publicado em 27/03/2020 às 8:15
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Itamar Schulle, técnico do Santa Cruz. Jogo entre Santa Cruz x Botafogo ( PB) valido pela Copa do Nordeste , partida realizada no Estádio do Arruda, Recife, Pernambuco. - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O Santa Cruz já fica de olho com a movimentação do mercado da bola, mesmo com o futebol nacional paralisado por causa da pandemia do coronavírus. Neste caso, o cuidado coral é para que atletas que tem se destacado não deixem o clube, já que times de divisões superiores seguem monitorando jogadores. Peças importantes como o goleiro Maycon Cleiton, o volante Paulinho e o atacante Pipico tem chamado a atenção pelo bom desempenho neste ano. De acordo com o técnico Itamar Schulle, as propostas são normais de acontecer. Mas ele afirma que o grupo está com a cabeça no projeto do Tricolor.

"Quando nos desligamos e viemos para nossas casas depois do jogo contra o Decisão, todos estavam conscientes do que tinham que fazer e a responsabilidade com o Santa Cruz. Sei que convites vão aparecer para os atletas saírem. Isso é devido a campanha pelo que passaram Campeonato Pernambucano, que em 2001 foi a última que foi igual. Estamos também na briga pela classificação no Nordestão. Esse bom campeonato do Santa desperta interessa de clubes da Série A e B nos atletas, mas nenhum falou possibilidade de sair. Estão imbuídos naquilo que eles vieram e foram contratados para fazer, e isso nos deixa feliz", comentou o comandante em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal.

Itamar Schulle destacou também que, além da permanência de peças importantes da equipe, o Santa Cruz também terá que trazer reforços para encorpar o elenco para a Série C. Discurso bastante enfatizado pelo treinador, mas que o próprio já ressaltou a inviabilidade de trazê-los durante esta paralisação. Além disso, tratou de ressaltar o empenho em manter o clube na busca pelas metas estipuladas para a atual temporada.

"Torço para que os reforços venham, nós vamos precisar e todos precisam, todos nós, e que possamos manter o projeto e planos. Convites vão surgir, mas que possamos manter e nos fortalecer. O trabalho conjunto aqui, do qual faço parte, tem comissão, diretoria e tem atletas. E que o final disso tudo é feito para o torcedor. É trabalho, dedicação, e esperamos que possamos manter e chegarmos nos objetivos que temos", concluiu.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias