arruda

Vice do Santa Cruz lamenta derrota nos pênaltis, mas destaca foco na Série C

Santa Cruz já viajou para Belém, no Pará, onde enfrentará o Paysandu pela primeira rodada da Série C no próximo sábado, às 17h

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 06/08/2020 às 13:29
Notícia

ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Santa Cruz já viajou para Belém do Pará, onde enfrentará o Paysandu no próximo sábado - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O Santa Cruz não terá muito tempo de lamentar a derrota diante do Salgueiro, nos pênaltis, na final do Campeonato Pernambucano. O elenco coral embarcou nesta quinta-feira para Belém, no Pará, onde enfrentará o Paysandu no próximo sábado, às 17h, pela primeira rodada da Série C do Brasileiro. De acordo com o vice-presidente coral, Tonico Araújo, o time agora volta suas atenções para a disputa da terceira divisão, o que configura a prioridade do clube para a temporada de 2020.

O dirigente disse em entrevista ao programa Bate Rebate, da Rádio Jornal, que este é o momento certo para o Santa Cruz se concentrar no acesso à Série B. "Quero dizer para a torcida do Santa Cruz que nesse momento a gente tem que se mostrar. O grande objetivo nosso esse ano é sair da Série C. E estamos com o time que vai se encaixar com outras peças e esperar que não tenha injustiça e sair da Série C, ir para a Série B e se ajustar financeiramente", falou Tonico, que fez duras críticas aos erros de arbitragem na final do Estadual.

"Sem tirar nenhum mérito do título do Salgueiro quero dizer que o Santa Cruz se sentiu penalizado com um gol indevidamente anulado, um gol legítimo, um gol que atrapalhou toda a campanha que o Santa Cruz fez durante o campeonato. Campanha desde o primeiro turno com uma pontuação extraordinária, terminou invicto. Mas não adianta nada. Uma falha de um árbitro lamentavelmente, não quero dizer que não foi de propósito, mas prejudicou muito. E quero parabenizar todos que fazem o Santa Cruz na figura do presidente Constantino Júnior, esse rapaz faz o esforço", comentou Tonico. 

O vice-presidente também falou que o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, admitiu que houve erro, mas não foi enfático. "Houve um áudio do presidente Evandro parabenizando todo campeonato e lamentando o erro. Tem hora que ele diz que é erro, tem hora que ele diz que é um eventual erro do árbitro. Mas todo mundo viu que foi um erro, está provado. Isso foi uma colocação que ele fez um áudio em um grupo com os dirigentes dos clubes de Pernambuco. Ele reconhece, lamenta. No meu entendimento era bom ser ouvido do presidente da Federação", concluiu

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias