EM FORMA

Meia do Santa Cruz quer recuperar ritmo de jogo para entrar 100% na segunda fase da Série C

Chiquinho marcou o segundo gol da vitória tricolor em cima do Vila Nova

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 09/11/2020 às 19:43
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
GOLAÇO Chiquinho fez, de falta, o segundo gol contra o Vila Nova - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Mesmo já classificado matematicamente à segunda fase da Série C, o Santa Cruz não quer apenas cumprir tabela nas próximas rodadas. O técnico Marcelo Martelotte quer além de manter o ritmo de desempenho do time, como também aproveitar as últimas quatro partidas da primeira fase para dar ritmo a alguns atletas que serão fundamentais na etapa decisiva da competição, caso de Chiquinho.

O meia de 31 anos chegou a ficar um mês ausente - no departamento médico -, mas voltou a atuar nas duas últimas partidas (Imperatriz e Vila Nova) e já mostrou que está recuperando o seu melhor condicionamento de jogo. "Eu fiquei alguns dias parado por lesão e pude voltar a jogar fazendo boas partidas e marcando um gol (de falta, contra o Vila). Isso motiva para continuar trabalhando firme e forte para melhorar cada vez mais e estar 100% para dar o meu melhor em campo", comentou o camisa 10 tricolor.

Com o primeiro objetivo alcançado (classificação à segunda fase), agora, segundo Chiquinho, o foco é fazer história pelo clube. "Sabemos do nosso potencial. Temos sempre que fazer o nosso melhor e temos o nosso objetivo traçado no campeonato. Não só eu, como todos os jogadores do elenco, queremos fazer história no Santa Cruz. E, ganhando todos os jogos, vamos fazer história aqui. Não podemos deixar cair o rendimento e temos de manter o foco, a humildade e sempre respeitando todas as equipes", frisou o meia coral. Veja os melhores momentos de Santa Cruz 2x0 Vila Nova, partida que teve a transmissão do canal por streaming Dazn.

A cada rodada nessa primeira fase da Terceirona, o Santa Cruz tem mostrado que conta não só com um time forte e competitivo, mas também com um elenco valoroso e, quem entra, mantém o mesmo nível daqueles que vinham atuando como titulares. "Criamos uma família aqui. Sabemos que aqueles jogadores que se contaminaram (com a covid-19 e não enfrentaram o Vila Nova) são importantes, mas contamos com todos do elenco. Por isso, parabenizo o Célio (Santos), o (Augusto) Potiguar, o Elivelton e todos que entraram no jogo e deram o seu melhor. A partir de agora será assim... Todos precisam estar cientes do que pode acontecer. Que alguns jogadores podem ficar de fora por serem testados positivos. Então, todos precisam continuar trabalhando forte para quando a oportunidade aparecer entrar em campo e dar o melhor para ajudar o Santa", explicou Chiquinho.

DESFALQUES

A equipe coral volta a campo na próxima sexta-feira (13), quando encara o Remo, às 20h, no estádio Mangueirão, em Belém, do Pará, pela 15ª rodada da Série C. Para este confronto, o técnico Marcelo Martelotte ainda não deve contar com os zagueiros Danny Morais, William Alves e Denilson; com o lateral-direito Toty; com o volante Paulinho; e com o centroavante Pipico - todos ainda respeitando o isolamento por conta da covid-19.

PODCAST

O Na Cara do Gol desta semana, podcast sobre o futebol pernambucano da Rádio Jornal, faz uma análise dos últimos resultados de Sport, Náutico e Santa Cruz no Campeonato Brasileiro. O programa é transmitido ao vivo toda segunda-feira, no canal da Rádio Jornal no YouTube. Neste episódio, participam Alexandre Costa e João Victor Amorim (ambos da Rádio Jornal), Lilian Fonsêca (TV Jornal) e Marcos Leandro (Jornal do Commercio).

 

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias