SÓ UM SUSTO

Rangel está recuperado de pancada no tornozelo, mas Santa Cruz deve ter mais baixas contra o Remo

Centroavante fica à disposição para encarar o time paraense, mas Augusto Potiguar pode não embarcar para Belém-PA por suspeita de covid-19

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 10/11/2020 às 19:33
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
DUREZA Victor Rangel sofreu bastante com a forte marcação do Vila - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Um alívio para a torcida tricolor. Depois de ter sido 'caçado' em campo na partida contra o Vila Nova e ter deixado o campo antes do apito final por conta das dores e do inchaço no tornozelo após sofrer sucessivas pancadas na região, o centroavante Victor Rangel foi avaliado pelo departamento médico do Santa Cruz e está apto clinicamente para encarar o Remo, na sexta-feira, às 20h, no estádio Mangueirão, em Belém, do Pará, pela 15ª rodada da Série C. Um problema a menos para o técnico Marcelo Martelotte.

"Graças a Deus está tudo bem. Foi só uma pancada de jogo. Na hora ficou dolorido e, como já era reta final do jogo, o doutor optou pela minha saída da partida. Mas está tudo certo comigo, estou recuperado e pronto para o próximo jogo", declarou Victor Rangel, que não sente dores no tornozelo, mas ainda aguarda pelo resultado da testagem da covid-19, que sairá na manhã desta quarta-feira (11) - assim como do restante do elenco.

Para a partida contra o Remo, Martelotte segue sem contar com: os zagueiros Danny Morais, William Alves e Denílson; o lateral-direito Toty; o volante Paulinho; e o centroavante Pipico - todos ainda respeitando o isolamento previsto no protocolo da CBF para os atletas testados positivos para a covid-19. "Na segunda-feira fizemos o teste de rotina semanal e estamos no aguardo dos resultados dos exames. Mas temos notado que estamos numa curva de ascensão no número de casos da covid. O clube, assim como toda sociedade, está exposto a essa condição. Estamos torcendo e fazendo tudo o que é possível para controlar, mas é um vírus e a propagação ocorre. Nossos atletas contaminados estão assintomáticos e com controle de todo quadro clínico. Estamos esperando o final da quarentena deles para serem liberados", declarou o doutor Antônio Mário Valente, vice-presidente médico do Santa Cruz, em entrevista à Rádio Jornal.

Mesmo com as ausências certas para o embate com os paraenses, Victor Rangel enfatiza que quem entrar em campo precisa manter o mesmo nível de desempenho daqueles que vinham atuando e que o fato de o Santa Cruz está matematicamente classificado, não pode existir relaxamento. "De maneira nenhuma teremos alguma acomodação. Martelotte nos orientou e nos alertou sobre nosso momento. Agora faltam quatro jogos para terminar essa etapa do campeonato e irmos para a próxima fase. Vamos encontrar bastante dificuldade nos jogos dessa reta final, enfrentando equipes que precisam de pontos para a classificação. Então, cada jogo, terá a sua dificuldade", frisou o centroavante coral. "Todos vêm se preparando e tendo oportunidades. E, quando isso acontece, procuramos fazer o melhor no jogo para ajudar a equipe. Mantendo o nível alto que o pessoal tem mantido. Sempre quem entra, procura dar conta do recado", concluiu.

Nessa sequência de chances dadas por Marcelo Martelotte - umas por opção tática e outras por conta das ausências -, Rangel tem aproveitado bem os momentos que esteve em campo. "Estou feliz pelos meus dois últimos jogos que participei. De ter voltado a marcar gol, na partida contra o Imperatriz. Momento de felicidade, principalmente para os atacantes, que estão marcando gols e ajudando a equipe. Contra o Vila Nova pude ajudar e ter a oportunidade de junto com o grupo conquistar mais uma vitória que nos deu condição de abrir vantagem sobre o segundo colocado. Ficamos felizes pelo momento coletivo e também minha melhora individual. Isso motiva para seguir trabalhando para colher bons frutos e bons resultados", contou.

MUDANÇAS

Uma troca certa na equipe tricolor no confronto diante do Remo é na lateral-esquerda. Com Perí suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Leonan assume a titularidade da lateral esquerda. Outra modificação em relação ao time que venceu o Vila Nova na última rodada é justamente na outra lateral. Isso porque Augusto Potiguar apresentou sintomas da covid-19, não treinou nessa semana e, provavelmente, não viaja com a delegação coral para Belém. Com isso, a tendência, é que Bileu seja deslocado para a lateral direita e Tinga entre no meio de campo.

Se não houver novos casos de contaminados pelo coronavírus, a provável escalação do Santa Cruz para sexta-feira (13) será: Maycon Cleiton; Bileu, Célio Santos, Elivelton e Leonan; André, Tinga, Didira e Chiquinho; Lourenço e Victor Rangel.

PODCAST

O Na Cara do Gol desta semana, podcast sobre o futebol pernambucano da Rádio Jornal, faz uma análise dos últimos resultados de Sport, Náutico e Santa Cruz no Campeonato Brasileiro. O programa é transmitido ao vivo toda segunda-feira, no canal da Rádio Jornal no YouTube. Neste episódio, participam Alexandre Costa e João Victor Amorim (ambos da Rádio Jornal), Lilian Fonsêca (TV Jornal) e Marcos Leandro (Jornal do Commercio).

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias