À DISPOSIÇÃO

Recuperado da covid-19, meia treina normalmente e vai reforçar o Santa Cruz diante do Jacuipense

Didira ficou dez dias em isolamento e voltou a treinar com o elenco tricolor na tarde desta quinta-feira (26), no CT Ninho das Cobras

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 26/11/2020 às 17:40
Notícia

BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Didira disputou 14 partidas pelo Santa Cruz nessa Série C - FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/JC IMAGEM
Leitura:

Se no último confronto, na derrota por 2x1 para o Manaus, o Santa Cruz careceu de mais criatividade no setor de meio de campo, o mesmo não deve ocorrer no duelo diante do Jacuipense, na próxima segunda-feira (30), às 20h, no estádio Pituaçu, em Salvador, pela 17ª rodada da Série C. Isso porque o técnico Marcelo Martelotte vai contar com o retorno do meio-campista Didira, que é considerado o maestro da equipe coral e se responsabilizando por ditar o ritmo de jogo, distribuir as jogadas e de levar perigo à meta adversária em suas cobranças de bolas paradas.

Após desfalcar o time na última rodada e ficar dez dias em isolamento ao ser diagnosticado com a covid-19, Didira foi liberado pelo departamento médico e treinou normalmente, na tarde desta quinta-feira (26), com o restante do elenco, no CT Ninho das Cobras em Aldeia. Outro que foi liberado após ficar em quarentena foi Victor Rangel. Entretanto, o centroavante ficou no Arruda fazendo tratamento na fisioterapia por se queixar de um incômoda na coxa, mas não deve ser problema para o confronto diante dos baianos.

O elenco coral volta a treinar nesta sexta-feira (27), às 15h30, novamente no Centro de Treinamento. No sábado (28), a movimentação segue sendo no período da tarde, às 15h; mas, desta vez, no estádio do Arruda. A delegação do Santa Cruz embarca para Salvador apenas no domingo (29), às 9h, com o técnico Marcelo Martelotte comandando uma última movimentação já na capital baiana, no final da tarde.

Uma provável formação da equipe tricolor para encarar o Jacuipense: Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Leonan; Bileu, Paulinho e Didira; Chiquinho, Lourenço e Pipico.

 

 

Comentários

Últimas notícias