pandemia

Celpe dá início à entrega de refrigeradores para armazenamento de vacinas contra covid-19 em Pernambuco

A empresa irá doar 155 câmaras de refrigeração, que serão distribuídas aos municípios do Estado

JC
JC
Publicado em 19/02/2021 às 16:37
Notícia

DIVULGAÇÃO/CELPE
A doação dos refrigeradores equipamentos totaliza aproximadamente R$ 1,5 milhão - FOTO: DIVULGAÇÃO/CELPE
Leitura:

A Companhia Energética de Pernambuco deu início à doação de 155 refrigeradores científicos para que os municípios de Pernambuco armazenem as vacinas contra a covid-19. A primeira remessa desses equipamentos se encontra no Recife e será entregue às unidades de saúde da capital.

>> Brasil terá nova remessa com 4,7 mi de doses de vacinas contra a covid-19 no início de março

>> Ao invés de "guardar" 2ª dose, Saúde utilizará todas as vacinas contra a covid-19 assim que chegarem, diz FNP

Como a distribuição dos refrigeradores será feita de forma gradativa, a previsão é que as demais cidades contempladas com a doação devam receber as câmaras nas próximas semanas. Nos próximos 15 dias, mais 80 equipamentos chegarão ao Estado e serão enviados aos respectivos destinos. A iniciativa levou em consideração as cidades com os menores Índices de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) regulado pela Agência Nacional de Eficiência Energética (Aneel).

Ao todo, a doação dos equipamentos totaliza aproximadamente R$ 1,5 milhão. Além dessa iniciativa, a empresa também realizou a compra de testes em parceria com a Fiocruz e doação de respiradores nas distribuidoras da Neoenergia: Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP/MS). O valor do montante alcança R$ 20 milhões.

Para receber os novos equipamentos, os governos municipais e estaduais devem entregar refrigeradores e freezers antigos para a Celpe. A companhia irá retirar substâncias como os gases cloroflurocarboneto (CFC), que podem contribuir com o efeito estufa, e fazer o descarte correto dos equipamentos.

Refrigeradores

Os novos refrigeradores serão destinados às cidades atendidas pela Celpe que possuem IDHM até 0,61. Segundo a Companhia, a instalação de cada refrigerador científico deve injetar no sistema elétrico uma carga de 89 kW e consumo anual de 781 MWh, que deverá ser compensado com o recolhimento, em cada município, de dois equipamentos de refrigeração antigos e doação de lâmpadas para postos de saúde, hospitais e para consumidores residenciais baixa renda.

Os equipamentos têm temperatura programável e constante entre 2°C e 8°C, além de alarmes para avisar em caso de interrupção de energia e baterias recarregáveis para suprir o frio em caso de eventual intercorrência, com autonomia de até 12 horas. Os refrigeradores também possuem sensores e um sistema de alarme remoto à distância, que realiza chamadas telefônicas se houver uma queda de temperatura ou a bateria estiver em um nível baixo.

As câmaras de conservação são de fabricação nacional e têm capacidade de 280 litros, suficientes para armazenar cerca de 18 mil doses de 0,5 ml.

Comentários

Últimas notícias