homicídios

Pernambuco tem redução de homicídios pelo segundo mês em 2021

Em fevereiro, foram 262 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no Estado, 33 a menos em relação ao segundo mês de 2020, quando foram registrados 295

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 16/03/2021 às 10:18 | Atualizado em 16/03/2021 às 10:36
Foto: Arquivo/JC Imagem
Os homicídios cresceram no Recife no mês passado - FOTO: Foto: Arquivo/JC Imagem
Leitura:

Pela segunda vez em 2021, Pernambuco apresentou diminuição nos homicídios, de acordo com a Secretaria de Defesa Social. Em fevereiro, foram registrados 262 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no Estado, 33 a menos em relação ao segundo mês de 2020, quando foram registrados 295. Em termos percentuais, a retração foi de 11,2%. No acumulado do ano, o recuo nos assassinatos ficou em um patamar aproximado: -11,1%. Isso significa 70 homicídios a menos este ano. No último bimestre, 561 vidas foram perdidas para a violência, contra 631 no mesmo período do ano anterior.

A redução fez com que fevereiro se tornasse o segundo mês do ano menos violento desde fevereiro de 2014, quando houve 261 vítimas de CVLI. Nesse período, houve sete fevereiros com indicadores acima. Quando são considerados todos os meses da linha do tempo, o mês passado apresentou o menor índice de homicídios em 19 meses. Esbarrou em julho de 2019, quando 249 vidas foram retiradas de forma criminosa.

“A retomada da linha descendente dos homicídios significa, fundamentalmente, que os órgãos reunidos no Pacto pela Vida estão conseguindo vencer batalhas importantes contra a violência, que ainda é, junto com a pandemia, o maior desafio do Brasil e de boa parte do mundo.", disse o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

O secretário também apontou que a prisão de criminosos é papel fundamental para a redução de assassinatos. "Só em fevereiro, 204 homicidas foram presos. Não temos escolha: nosso trabalho tem de melhorar e ser mais efetivo a cada dia”, falou.

Zona da Mata e Sertão lideram queda

Em fevereiro de 2021, os homicídios reduziram -26,39% na Zona da Mata. Foram 53 assassinatos contra 72 no mesmo período do ano passado. Já no Sertão, a porcentagem ficou em -25%, já que foram 33 crimes contra 44. No Agreste, a porcentagem que compara os dois anos ficou em -10,94%, quando foram registrados 57 homicídios em fevereiro de 2021 e 64 em fevereiro do ano passado.

Mesmo de forma discreta, o Recife também apresentou queda. Em fevereiro deste ano foram 50 assassinatos, enquanto no ano passado foram 51. Dessa forma, a cidade apresenta um percentual de   -1,96%. O único aumento ocorreu na Região Metropolitana, com percentual de 7,81%. Foram 69 homicídios no mês passado, contra 64 no mesmo mês de 2020.

No somatório do bimestre, em confrontação com janeiro/fevereiro do ano anterior, a maior retração foi verificada no Agreste, onde o percentual ficou em -21,62%. O número de mortes caiu de 148 para 116. Em seguida, a maior retração foi registrada no Sertão, com -14,81%. Os homicídios caíram de 44 para 33. Na Zona da Mata, a porcentagem ficou em -13,79%, recuando de 145 homicídios para 125.

Ainda considerando o somatório do bimestre, a Região Metropolitana do Recife apresenta uma porcentagem de -3,77%, saindo de 69 para 64 crimes contra a vida. A capital pernambucana, nesse recorte, se manteve no mesmo cenário: 98 CVLIs em cada um dos bimestres.

“Ao todo, 97 cidades pernambucanas não conheceram homicídios no mês passado e, no somatório do ano, 55 municípios ainda estão sem registro de assassinatos. Estamos trabalhando para consolidar e expandir esses resultados para as demais áreas do Estado”, analisou Pádua.

Violência doméstica e estupros

A violência doméstica e familiar contra as mulheres recuaram 13,92%. Chegaram ao conhecimento das forças de segurança 3.209 queixas em fevereiro deste ano, contra 3.728 no mesmo mês de 2020. No acumulado do bimestre, a retração é de 9,5%. Foram apresentadas 7.086 queixas este ano, contra 7.830 no período correlato do ano anterior.

Os estupros tiveram uma queda mais acentuada em fevereiro de 2021: 35%, saindo de 226 casos para 145 este ano. No recorte do bimestre, a diminuição foi de 17,21%, representado pela diferença de menos 79 casos: de 459, o número caiu para 380.

Já os feminicídios apresentaram alta de 4 casos. Houve 10 assassinatos com motivações de gênero em fevereiro de 2021, contra 6 no segundo mês de 2020. No somatório deste ano, considerando os dois primeiros meses, ocorreram 19 feminicídios, contra 14 no bimestre do ano anterior.

Prisões e apreensões

Somando janeiro e fevereiro, as polícias apreenderam 1.123 armas, cumpriram 763 mandados de prisão e atuaram em 1.645 ocorrências de repressão ao tráfico de drogas. Ao todo, 11.324 pessoas foram autuadas em flagrante delito e outras 1.161 por ato infracional.


Comentários

Últimas notícias