AJUDA FINANCEIRA

Comerciantes que trabalham no trecho de praia interditado em Piedade após ataque de tubarão vão receber auxílio

A ajuda, de R$ 540, deve ser paga em três parcelas de R$ 180 cada

Douglas Hacknen
Douglas Hacknen
Publicado em 28/07/2021 às 21:43
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Trecho da praia de Piedade foi interditado após ataques de tubarão neste mês - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Jaboatão do Guararapes, no Grande Recife, vai começar a pagar um auxílio financeiro para 65 barraqueiros e ambulantes que trabalham no trecho de praia interditado após os ataques de tubarão ocorridos neste mês de julho. A ajuda, de R$ 540, deve ser paga em três parcelas de R$ 180 cada. O primeiro pagamento deve ser realizado já na próxima semana, informou a Prefeitura do município.

 

Em entrevista ao Balanço de Notícias, da Rádio Jornal, nesta quarta-feira (28), o secretário-executivo de Turismo e Cultura do Jaboatão dos Guararapes, André Trajano, revelou que a decisão foi tomada após reunião realizada com os trabalhadores da orla. Segundo o secretário, o auxílio irá priorizar os comerciantes que trabalham no trecho interditado, da igrejinha de Piedade até o Hospital da Aeronáutica.

“O prefeito Anderson Ferreira nos instruiu a priorizar esses comerciantes que estão nessa faixa de interdição de 2,2 km. Em seguida, os demais. Todos vão receber”, contou.

De acordo com o balanço da prefeitura, ao todo, são 337 comerciantes e ambulantes cadastrados. Nesse primeiro momento, serão contemplados somente os que trabalhavam na área onde o banho de mar foi interditado. Posteriormente, todos irão receber o auxílio, reforçou o órgão.

Comentários

Últimas notícias