NOTÍCIAS DA MANHÃ

O bronze de Mayra Aguiar; flexibilização; ocupação de UTIs abaixo de 50%. Comece o dia bem informado

Veja as principais notícias do Jornal do Commercio na manhã desta quinta-feira (29)

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 29/07/2021 às 7:32
Notícia
Júlio César Guimarães/COB
Gaúcha Mayra Aguiar conquistou o bronze no judô em Tóquio, sua terceira medalha olímpica - FOTO: Júlio César Guimarães/COB
Leitura:

Confira o que você precisa saber para começar o dia bem informado

Mayra Aguiar conquista o bronze no judô na Olimpíada de Tóquio e entra para a história do Brasil

A judoca Mayra Aguiar estrou para a história. A brasileira faturou a medalha de bronze, na manhã desta quinta-feira, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ela derrotou a sul-coreana Yoon Hyunji na categoria de 78 kg para mulheres no judô. Assim, ela conquistou a terceira medalha olímpica seguida e se tornou a única mulher do país a conseguir o feito em um esporte individual. Além disso, a única judoca do Brasil, contando com os homens, que atingiu a marca.

LEIA MAIS

Saiba quem é Rebeca Andrade, ginasta brasileira e favorita ao ouro na final do individual geral nos Jogos Olímpicos

Ana Sátila comete erros na final e fica em 10º lugar na canoagem slalom C1 nos Jogos de Tóquio

Rebeca Andrade é a favorita na final do individual geral da ginástica artística em Tóquio; veja onde assistir e o horário

Após polêmica de Bárbara, COB pede que atletas evitem redes sociais nos Jogos de Tóquio

Lucas Verthein termina semifinal em 5º e fica fora da disputa por medalha no remo na Olimpíada

Franck FIFE / AFP
Judoca brasileira Mayra Aguiar e sul-coreana Hyunji Yoon - Franck FIFE / AFP

Mais flexibilizações em Pernambuco

governo anunciou novas flexibilizações no Plano de Convivência com a Covid-19 em todo o Estado em coletiva de imprensa realizada nessa quarta-feira (28). A partir da próxima segunda-feira (2), bares, restaurantes e demais serviços de alimentação vão poder funcionar das 5h até meia-noite, todos os dias da semana. As atividades esportivas coletivas e individuais e os clubes sociais também seguirão esse novo limite de horário. Já os eventos corporativos, que continuam com permissão de funcionamento até as 23h, poderão ser realizados para um público de até 200 pessoas ou 50% da capacidade do local, o que for menor.

LEIA MAIS

Flexibilizações são ampliadas em Pernambuco; veja ponto a ponto

Anvisa informa a Pernambuco sobre novos casos de covid-19 em navio

Pernambuco recebe mais de 94 mil doses de vacinas contra covid-19 da Pfizer

A secretária-executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, explicou que as colações de grau, aulas da saudade, cultos ecumênicos, cinemas, teatros e circos também poderão ampliar a capacidade para 300 pessoas, ou 50% do local, o que for menor. Ela esclareceu ainda que cinemas e teatros, especificamente, poderão funcionar até a meia-noite, durante todos os dias, a partir da próxima semana.

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Os cinemas estão dentro desta nova fase de flexibilizações - BOBBY FABISAK/JC IMAGEM

Pela primeira vez em 2021, taxa de ocupação de UTIs fica abaixo de 50% em Pernambuco

Pela primeira vez este ano, a taxa de ocupação dos leitos de terapia intensiva (UTI), dedicados a pacientes com sintomas de covid-19, fica abaixo de 50% em Pernambuco. O dado corresponde às vagas públicas de UTI reguladas pelo Estado. O anúncio foi feito durante a coletiva de imprensa desta quarta-feira (28), pelo secretário Estadual de Saúde, André Longo. Atualmente, Pernambuco possui 1.489 leitos de UTI voltados à assistência aos pacientes infectados pelo coronavírus, com 48% deles ocupados. 

LEIA MAIS

Covid-19: pela primeira vez em 2021, taxa de ocupação de UTI fica abaixo de 50% em Pernambuco

Covid-19: em Pernambuco, cerca de 1 milhão de adolescentes devem começar a ser vacinados em setembro, diz secretário

O secretário também destacou que a central de leitos de UTI recebeu menos de 500 solicitações por vagas desse tipo numa única semana (de 18 a 23 de julho). "Foram 442 pedidos de leitos de UTI, o que representa uma queda de 20%, em comparação com a semana epidemiológica de número 28 (de 11 a 17 de julho)."

Ainda durante a coletiva de imprensa, André Longo informou que houve redução importante no número de casos de síndrome respiratória aguda grave (Srag), que são os pacientes com sintomas sugestivos de covid-19 que geralmente precisam de assistência hospitalar. "Voltamos a patamares de fim de novembro. Foram 606 casos de Srag na última semana, o que representa uma queda de 14% na comparação com sete dias anteriores. Além disso, a redução foi de 34%, em comparação com 15 dias anteriores", disse o secretário. 

HÉLIA SCHEPPA/SEI
UTI para tratamento da covid-19 - HÉLIA SCHEPPA/SEI

Comentários

Últimas notícias