Eleições 2020

No Porto Digital, Marília Arraes defende uso da tecnologia para combater desigualdades

Combate às desigualdades é um dos pilares do programa de governo da candidata a prefeita do Recife pelo PT Marília Arraes

JC
JC
Publicado em 29/09/2020 às 20:36
Divulgação
Marília Arraes, candidata a prefeita do Recife e deputada federal, em visita ao Porto Digital - FOTO: Divulgação
Leitura:

JC
Eleições 2020 - JC

A agenda da candidata a prefeita do Recife Marília Arraes (PT) nesta terça-feira (29) contemplou uma visita ao Porto Digital, parque tecnológico da capital pernambucana, onde a candidata defendeu aliar a tecnologia ao combate às desigualdades, este último um dos pilares do seu programa de governo, intitulado "Recife Cidade Inteligente". A área da tecnologia também foi pauta da outra agenda da candidata nesta terça (29). Ela participou de reunião com servidores municipais da Controladoria Municipal do Recife, ocasião em que lançou a proposta criar um cadastro único com todas as informações sobre serviços públicos oferecidos pelo município. 

>> Trajetória e ideias de Marília Arraes, candidata a prefeita do Recife pelo PT

>> Programa de governo de Marília Arraes e João Arnaldo para o Recife prega garantia de direitos sociais

"O setor de tecnologia é estratégico para garantir a nossa soberania científica. É também um instrumento de combate às desigualdades na cidade", afirmou a candidata. 

Reunida com o presidente do Porto Digital, Pierre Lucena, e representantes de empresas que integram a instituição, a petista ouviu deles as demandas do parque tecnológico, sobretudo um projeto de geração de emprego - já que há um déficit de 1.500 vagas. O parque é composto por 339 empresas, que juntas empregam 11.659 colaboradores.

"Não encontrar mão de obra qualificada em uma cidade que tem 17% da população fora do mercado de trabalho mostra que houve uma falha na política pública. A gente tem a intenção de levar a inclusão digital como fator de inclusão social e, consequentemente, de combate ao desemprego. A luta do Porto por mais emprego está alinhada com os objetivos do Recife Cidade Inteligente", apontou Marília. 

Requalificação do Centro

Outra demanda do Porto Digital é a requalificação do centro do Recife. Segundo a candidata, há 42 prédios abandonados e com o valor inferior à quantia devida de impostos para a prefeitura. "É preciso fazer um diagnóstico e buscar parcerias com a iniciativa privada para revitalizar esses edifícios. Serão locais que devolverão a vida ao Centro e servirão de moradia para que funcionários públicos e funcionários da área de tecnologia do Porto Digital, por exemplo, possam morar", propôs Marília. 

JC
Eleições 2020 - FOTO:JC

Comentários

Últimas notícias