ELEIÇÕES 2020

Ibope/JC/Rede Globo: No Recife, Delegada Patrícia é a que teve maior aumento no índice de rejeição

Ainda assim, João Campos (PSB), Mendonça Filho (DEM) e Coronel Feitosa (PSC) seguem liderando em relação à rejeição no Recife

JC
Cadastrado por
JC
Publicado em 29/10/2020 às 19:43 | Atualizado em 29/10/2020 às 20:14
Artes/SJCC
Pesquisa para prefeito do Recife nas eleições 2020 - FOTO: Artes/SJCC
Leitura:

A Delegada Patrícia (Podemos) é a candidata à Prefeitura do Recife que aparece com a maior variação em pontos percentuais na rejeição do eleitorado. Segundo a pesquisa Ibope/JC/Rede Globo, divulgada nesta quinta-feira (29), a Delegada passou de 14% de rejeição para 20% entre a segunda e terceira rodadas do levantamento. Ainda assim, João Campos (PSB), Mendonça Filho (DEM) e Coronel Feitosa (PSC) seguem liderando em relação à rejeição, com respectivos 33%, 30% e 28% de pontuação.

 

A terceira rodada da pesquisa Ibope/JC/Rede Globo foi realizada entre os dias 27 e 29 de outubro de 2020. Foram entrevistados presencialmente 1001 votantes do Recife. A margem de erro máxima estimada é de três pontos percentuais, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número PE00353/2020. O levantamento foi encomendado pelo Jornal do Commercio e Rede Globo. 

Artes/JC
Intenção de voto terceira rodada pesquisa Ibope/JC/Rede Globo - Artes/JC

 

Em relação à segunda rodada da pesquisa, divulgada no último dia 15 de outubro de 2020, João Campos saiu dos 28% de rejeição para os atuais 33%. Na primeira rodada do levantamento detinha 36% da rejeição. Mendonça Filho (DEM) também saiu dos 36% de rejeição na primeira rodada da pesquisa. Chegou a 28% na segunda rodada e, agora, aparece com 30%. 

Coronel Feitosa (PSC) tinha 17% da rejeição na primeira rodada da pesquisa Ibope/JC/Rede Globo. Saltou para 28% na segunda rodada do levantamento e permanece com 28% da rejeição do eleitorado.

Marília Arraes (PT) havia reduzido a rejeição de 20% (na primeira pesquisa) para 19% na segunda. Agora, na terceira rodada do levantamento, aparece com 21% de rejeição. Carlos (PSL) tinha 11% de rejeição, foi para 21% e, nesta terceira pesquisa, pontua 18% na rejeição. O percentual do candidato do PSL é o mesmo de Charbel (Novo), que antes aparecia com 11% e 22% de rejeição, respectivamente, na primeira e segunda rodada da pesquisa.

Os candidatos com menor percentual de rejeição são Thiago Santos (UP), com 16%; Claudia Ribeiro (PSTU), Marco Aurelio Meu Amigo (PRTB) e Victor Assis (PCO), cada um com 14%. Ainda segundo o Ibope, 1% do eleitorado respondeu que poderia votar em qualquer um dos candidatos. Os que não sabem ou preferem não opinar somam 5%. 

 

Intenção de voto

O candidato João Campos (PSB) permanece à frente na disputa pela Prefeitura do Recife. Segundo a terceira rodada da pesquisa Ibope/JC/Rede Globo, divulgada nesta quinta-feira (29). O candidato socialista aparece agora com 31% das intenções de voto, variando negativamente dentro da margem de erro em relação ao levantamento do último dia 15 de outubro, quando tinha 33% das intenções. Considerando a margem de erro do estudo (três pontos percentuais para mais ou para menos) novamente não é possível afirmar quem ocupa a segunda posição na disputa. O empate técnico permanece entre Marilia Arraes (PT), que cresceu quatro pontos percentuais, acima da margem de erro, com 18% das intenções; Delegada Patrícia (Podemos), citada por 16% dos eleitores, e Mendonça Filho (DEM), que recuou cinco pontos percentuais, acima da margem de erro, e aparece agora com 13% das intenções de voto.

 

Segundo turno

Em um eventual segundo turno, a tendência apontada na terceira rodada da pesquisa Ibope/JC/Rede Globo, divulgada nesta quinta-feira (29), mostra o candidato a prefeito do Recife João Campos (PSB) na liderança em relação aos outros candidatos, fora da margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. No último levantamento, divulgado dia 15 de outubro, a candidata Delegada Patrícia (Podemos) empatava tecnicamente com João num eventual cenário de segundo turno por conta da margem de erro. Agora, o socialista cresceu um ponto percentual - foi de 44% para 45% - contra a delegada, que oscilou negativamente um ponto percentual, saindo de 39% para 38% contra ele.

Artes/JC
Intenção de voto terceira rodada pesquisa Ibope/JC/Rede Globo - FOTO:Artes/JC

Comentários

Últimas notícias