Pandemia

Confederação de prefeitos rebate fala de Bolsonaro e defende medidas de proteção à covid-19

De acordo com Bolsonaro, ''pior do que o vírus foram as ações de alguns governadores e prefeitos''

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 08/09/2021 às 9:56
Notícia
PAULO LOPES / AFP
Bolsonaro durante discurso na Avenida Paulista, em São Paulo - FOTO: PAULO LOPES / AFP
Leitura:

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) rebateu fala do presidente República, Jair Bolsonaro (sem partido), deste 7 de setembro, na Avenida Paulista (SP). Bolsonaro criticou medidas adotadas por prefeitos no enfrentamento da pandemia de covid-19.

No Twitter, a Confederação destacou que “as ações de restrição de circulação e atividades econômicas adotadas pelos gestores locais salvaram milhares de vidas no Brasil, apesar da postura contrária do chefe do Executivo federal”.

A entidade também lembrou que o Brasil já perdeu mais de 584 mil vidas em decorrência do coronavírus e alertou que a “ação de prefeitos e prefeitas, embasada pela Constituição e reforçada em decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), foi determinante para que esse quadro não fosse ainda mais grave, já que não houve a coordenação nacional necessária para o enfrentamento dessa crise mundial e que transcende o planejamento local”.

Por fim, a entidade apontou que os “Municípios primaram por medidas que tomaram por base o cunho científico, e não posicionamentos políticos e eleitoreiros, evitando, com isso, uma verdadeira catástrofe no país”. Durante protesto, Bolsonaro afirmou que a ação de governadores e prefeitos foi pior do que o vírus.

Comentários

Últimas notícias