NOVA SECRETÁRIA

Conheça Ana Paula Vilaça, que coordenou ações econômicas na covid-19 e é a nova aposta do PSB em Pernambuco

Gestora foi anunciada com pompas, na quinta-feira (18), como a nova secretária da Prefeitura do Recife sob a gestão de João Campos (PSB)

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 19/11/2021 às 12:32
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Ana Paula Vilaça comandará o Escritório de Gestão do Centro do Recife - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Nome que se tornou ainda mais conhecido dos pernambucanos durante a pandemia da covid-19, a atual secretária-executiva de Atração de Investimentos e Estudos Econômicos de Pernambuco, Ana Paula Vilaça, foi anunciada com pompas, na quinta-feira (18), como a nova secretária da Prefeitura do Recife sob João Campos (PSB), que havia reduzido o número de pastas em janeiro, mas agora volta a recriar uma, dessa vez específica para o centro do Recife.

“No nosso time não fica cadeira vazia. É todo mundo trabalhando. Todo mundo disposto e ocupado. Então, para a gente buscar esse nome [que irá chefiar a nova secretaria], confesso que fui até a lua e voltei. Pensamos muito e rodamos tudo até chegar no nome perfeito e ideal”, afirmou João Campos.

“Conheço seu potencial de trabalho, sua forma de liderar e montar equipe. [...] Fico muito feliz de estarmos dando esse passo e podermos trazer uma pessoa na qual acreditamos e confiamos [para liderar o Recentro]”, disse o prefeito, afirmando que Ana Paula Vilaça “será a grande responsável” por tirar o projeto do papel.

FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Coletiva de imprensa, realizada no Caís do Sertão para anunciar o novo projeto de requalificação do Recife Antigo ANA PAULA VILAÇA E JOÃO CAMPOS - FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Batizada de Escritório de Gestão do Centro do Recife, a nova pasta, que deve contar com um orçamento volumoso, dadas as ações anunciadas pela gestão municipal, será a segunda a contar com a liderança de Ana Paula no posto principal.

Antes, de 2013 a 2015 foi gerente geral do Recife Antigo e secretária Executiva de Turismo da Prefeitura do Recife. Em setembro de 2015, assumiu a presidência da Empetur, ligada à Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Governo de Pernambuco. Em 2017, foi convidada para assumir a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer da Prefeitura do Recife.

“É um grande desafio cuidar do centro histórico da cidade do Recife, que tem um grande potencial, pela sua história, arquitetura, tradição e cultura. Então a gente está montando esse time, para cuidar especificamente dessa região da nossa cidade, com vários projetos, tanto intervenções públicas, quanto privadas. Então vai haver uma governança, um canal de escuta da sociedade civil, das entidades que atuam aqui no centro histórico, para que a gente promova essa requalificação e essa revitalização”, declarou Ana Paula Vilaça pouco após ter seu retorno à prefeitura anunciado.

Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), bacharel em direito pela Universidade Paulista e mestre em planejamento urbano pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ana Paula Vilaça já atuou nas esferas federal, estadual e municipal, com experiências em Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte.

Secretaria de fato na pandemia

Atual braço direito do secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Julio (PSB), Ana Paula foi o principal rosto da gestão do ex-prefeito do Recife na pasta, desde que ele voltou ao posto em janeiro deste ano.

Há dez meses, os holofotes se viraram para Vilaça porque Geraldo preferiu a reclusão nesta passagem pela pasta. Ao ingressar no Governo do Estado, assumindo a secretaria após oito anos no comando da Prefeitura do Recife, era esperado uma visibilidade maior do socialista já com vistas para majoritária. Entretanto, ele não tem sido visto nas agendas realizadas pelo em todo o Estado, nem assumiu o protagonismo das medidas de enfrentamento da pandemia, entregando a Ana Paula esse papel.

HÉLIA SCHEPPA/SEI
APELO RECORRENTE Secretaria-executiva Ana Paula Vilaça reforça a necessidade de respeitar os protocolos - HÉLIA SCHEPPA/SEI

“Minha passagem pelo governo me garantiu bastante aprendizado, num momento desafiador e muito difícil, que foi a pandemia. Lá, eu tive oportunidade de aprender com a equipe, de levar informação para as pessoas e de dialogar com os setores econômicos e produtivos do nosso Estado”, diz ela.

De saída da Sedec estadual, a gestora está focada no curto processo de transição que terá, já que assumirá o posto na prefeitura no dia 1º de dezembro. “A transição está sendo feita pelo governador Paulo Câmara e pelo secretário Geraldo Julio, a quem sou muito grata, para que o trabalho continue com muita credibilidade e seriedade”, explicou.

Carreira política

Ligada ao deputado federal Felipe Carreras (PSB), a chefe do recém-criado Escritório de Gestão do Centro do Recife chegou a ser ventilada como candidata a vereadora da capital pernambucana pelo grupo liderado pelo parlamentar. Os planos não foram adiante porque o irmão de Felipe, Augusto Carreras (PSB) decidiu tentar — ingloriamente — a reeleição para seu quinto mandato.

A gestora, porém, não parece projetar a participação em disputas eleitorais. Todavia, questionada sobre seus planos, desconversa e diz ter seu foco agora no Centro do Recife. “Quero apenas contribuir com a gestão com meu conhecimento técnico e capacidade de interlocução com diversos atores para transformar o centro histórico a partir do diálogo, de um projeto co-criado”, disse ela.

Apesar disso, aliados de Vilaça defendem que ela concorra a algum cargo eletivo. “Ana Paula tem demonstrado grande espírito público e pessoas como ela não podem passar despercebidas. Se um dia ela for candidata, quem ganha é o povo”, afirmou o vereador Marco Aurélio Filho (PRTB), que se aproximou da gestora durante a pandemia em articulações para ajudar profissionais ligados ao setor de eventos.

Outro aliado da nova secretária de João Campos afirma que ela é o nome feminino e técnico ideal para a disputa ao governo do Estado em 2022. “Ana Paula Vilaça reúne todas as características necessárias para ser governadora de Pernambuco. Há ótimos nomes no páreo, mas ela tem o perfil ideal”, diz o aliado sob condição de anonimato.

Comentários

Últimas notícias