Eleições 2022

Pré-candidato a governador, Anderson Ferreira diz que governo Bolsonaro "salvou polo têxtil do Agreste"

O ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira criticou a política tributária estadual

Mirella Araújo
Cadastrado por
Mirella Araújo
Publicado em 26/04/2022 às 18:19
Leandro de Santana/Divulgação
Presidente do Partido Liberal (PL) em Pernambuco e pré-candidato ao Palácio do Campo das Princesas, Anderson Ferreira visitou o município de Santa Cruz do Capibaribe - FOTO: Leandro de Santana/Divulgação
Leitura:

Em sua passagem pelo município de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do Estado, o pré-candidato a governador de Pernambuco, Anderson Ferreira (PL), afirmou que coube ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) intervir para que comerciantes do polo têxtil da região não fossem afetados pelas intenções do governo estadual em facilitar a importação de produtos chineses.

Durante agenda no Moda Center, um dos principais pontos de exposição e venda do mercado de confecções no Nordeste, Anderson declarou que a competição afetaria o comércio local em função da alta carga tributária.

“É de senso comum que a política instalada pelo governador Paulo Câmara (PSB) sufoca e penaliza toda a população pernambucana, que além de não enxergar na prática o retorno dos valores pagos, se vê refém de uma máquina ambulante cobradora de tributos. E essa máquina cruel iria afetar diretamente os comerciantes do polo têxtil do Agreste, que arrecadam impostos e teriam que competir com o comércio chinês não fosse a articulação do governo federal”, apontou Ferreira.

Processo eleitoral

Nesta terça-feira (26), o pré-candidato também esteve na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), acompanhado do ex-ministro do Turismo e pré-candidato ao Senado Federal, Gilson Machado (PL), para uma visita de cortesia ao presidente do órgão, desembargador André Guimarães.

Anderson enalteceu a atuação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do TRE-PE em virtude da campanha, em curso, para estimular jovens com idade entre 16 e 18 anos a participarem do processo eleitoral a partir da emissão do título de eleitor. O prazo final para cadastramento na Justiça Eleitoral termina em 4 de maio.

“Fizemos questão de parabenizar, em nome do presidente André Guimarães, toda a equipe da Justiça Eleitoral do nosso estado por essa grande campanha para estimular nossa juventude a participar do processo eleitoral, o maior e mais importante ato democrático do nosso país. Esse esforço deu resultado porque somente nos primeiros três meses do ano, mais de 1,1 milhão de jovens eleitores emitiram o título. E é com a força dessa juventude que a gente vai seguir com o nosso compromisso de mudar Pernambuco”, disse o pré-candidato.

Também participaram da reunião o desembargador Rodrigo Cau; o diretor-geral do TRE-PE, Orson Lemos; e a assessora-presidente Bruna Campelo.

Comentários

Últimas notícias